Tamanho do texto

“Nosso método permite uma melhor experiência com controle remoto, pois você pode mudar canais sem ter que deixar sua bebida de lado", diz PhD

Brasil Econômico

Quem tem o hábito de jogar com consoles como o do Nintendo Wii,  podem estar familiarizados com a excitação – e armadilhas – da tecnologia de controle gestual. Embora este campo tenha apresentado problemas há muito tempo, um novo produto promete finalmente entregar a possibilidade de uma interação perfeita como todos os seus dispositivos inteligentes .

Leia também: Saiba por que o novo limite de caracteres do Twitter só chegará a alguns países

O novo controle pode ser usado em televisores, computadores e outros dispositivos que usam tela
shutterstock
O novo controle pode ser usado em televisores, computadores e outros dispositivos que usam tela

A nova tecnologia, descrita como “revolucionária”, promete transformar qualquer objeto em um controle remoto. Você poderá mudar de canal apenas com o dedo, ajustar o volume com a lâmpada da escrivaninha, e até mesmo mudar as configurações com uma corda de guitarra.

Pesquisadores da Universidade de Lancaster apresentarão seu artigo “Matchpoint: Spontaneous spatial coupling of body movement for touchless pointing” (Matchpoint: acoplamento espacial espontâneo do movimento do corpo para apontar sem toque, em tradução livre) esse mês na conferência UIST 2017 em Quebec, no Canadá. Este artigo detalha a técnica de inovação para permitir a interação entre movimento – seja humano ou de um objeto – e telas, tornando possível esta tecnologia.

Leia também: Empresa cria primeiro smartphone projetado para a geração blockchain


Mudança de interface

A tecnologia Matchpoint é relativamente simples de operar. Como seus predecessores, é preciso de uma webcam. Para operar, um usuário interage com a tela que exibirá um widget circular com itens do menu ao redor do círculo. Essa interação entre movimento e exibição está sendo descrita como “acoplamento espacial espontâneo”.

O que distingue esta tecnologia das interações anteriores é que não parece interagir com partes específicas do corpo. Em vez disso, identifica o movimento rotativo. Isso permite que a tecnologia funcione sem calibrar ou registrar objetos específicos. Pode ser usado em televisores, computadores e outros dispositivos que usam tela.

Um estudante de PhD da Escola de Computação e Comunicações da Universidade de Lancaster, Christopher Clarke, que trabalhou no desenvolvimento da tecnologia, disse em um comunicado à imprensa que:  “o acoplamento espacial espontâneo é uma nova abordagem para o controle de gestos que funciona combinando o movimento em vez de pedir ao computador que reconheça um objeto específico”.

“Nosso método permite uma experiência muito mais fácil de controle remoto, pois você pode mudar canais sem ter que deixar sua bebida de lado, ou mudar sua posição, seja relaxando no sofá ou parado na cozinha seguindo uma receita”, disse Clarke. “Você poderá até mudar o canal com seu gato de estimação”.

Leia também: Impressão digital: dedos falsos auxiliam na evolução dos scanners

*Com tradução de futurism.com

    Leia tudo sobre: inovação