Tamanho do texto

Somente no ano passado, as fraudes no mercado de publicidade digital causaram um prejuízo de US$ 7,2 bilhões; confira como se prevenir

Brasil Econômico

Pode-se dizer que roubo de dados digitais é uma das principais inquietações das empresas. Atualmente, esse tipo de crime é o segundo mais cometido no mundo e só fica atrás do tráfico de drogas. A estatística é motivo de muitas empresas investirem em segurança da informação.

Leia também: Consumidores poderão ser pagos pelas informações que fornecem online

Segurança da informação básica: Nunca memorize senhas em dispositivos que não são seus
shutterstock
Segurança da informação básica: Nunca memorize senhas em dispositivos que não são seus

De acordo com o cofundador e CTO da Reamp, empresa que oferece tecnologias e serviços para gestão de mídia e dados, Emmanuel Santana, o investimento em segurança da informação é necessário, uma vez que o prejuízo financeiro em decorrência de uma invasão pode ser até mesmo milionário.

Somente no ano passado, as fraudes no mercado de publicidade digital causaram um prejuízo de US$ 7,2 bilhões, sendo que mais de mil invasões aconteceram a empresas e agências no governo estadunidense.

Santana defende que é possível sim criar privacidade digital e listou oito medidas simples de prevenção contra a fraude digital. Veja:

1.     Antivírus

Muitos ataques se passam por antivírus para conseguir o tão desejado acesso ao administrador do seu computador. E para se proteger desse ataque, o especialista recomenda que a empresa desenvolvedora da ferramenta seja verificada além da manutenção da atualização do seu sistema operacional (Windows, Linux, iOS).

2.     Malware ou o famoso Cavalo de Tróia

Ferramentas que prometem milagres, como deixar o computador mais rápido, podem conter Malwares. Portanto, fique atento.

Leia também: Valorize seu trabalho: confira essa e outras dicas para ser um bom freelancer

3.     Mude as senhas

Assim que configurar o roteador, mude as senhas padrões. Este simples gesto pode evitar o ataque por Domain Name System (DNS, em tradução livre: Sistema de Nomes de Domínio) que consiste basicamente em um protocolo que traduz nomes para endereços IPs. Assim, hackers podem ser impedidos de invadir internet baking de usuários, por exemplo.

4.     Mais verificação

Fique atento aos sites que exigem cadastro para navegar neles. Santana diz que basta uma atenção na extensão do endereço (https://) e se o certificado de segurança é válido. O especialista diz que há ataques que replicam páginas da internet.

5.     Ainda sobre senhas

Nunca memorize senhas em dispositivos que não são seus. Além disso, prefira usar gerenciadores de senhas como o LastPass, Dashlane e Keepass para armazenar suas senhas . Isso impede invasões via keyloggers. Login compostos por senhas e configurações via celular também são uma ótima alternativa.

6.     Dispositivo móvel

Dê preferência a acesso com impressão digital no dispositivo móvel, e configure as ferramentas de localização disponíveis no aparelho para bloquear caso seja roubado.

7.     Criptografia

Tenha em mente que é necessária muita cautela em aplicativos ou ferramentas que não utilizam criptografia, pois as mensagens podem ser lidas por qualquer usuário que faz parte daquela rede.

Leia também: Impressão digital: dedos falsos auxiliam na evolução dos scanners

8.     Recuperação de senha

Para concluir as dicas sobre segurança da informação, Santana diz que você deve ter cuidado com o e-mail de recuperação de senha, pois caso ele esteja inválido por conta de domínio expirado ou falta de uso, ele pode estar sendo usado por outra pessoa.

    Leia tudo sobre: empreendedorismo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas