Tamanho do texto

Serviço atualmente está apenas disponível para um pequeno número de pessoas no Vale do Silício, que se ofereceu para testá-lo; confira a novidade

Brasil Econômico

A rede de varejo Walmart tem testado um serviço diferenciado a seus consumidores, em especial, os que fazem compras de alimentos de forma online. Alguns consumidores têm um serviço de entrega diferenciado, sendo que o entregador armazena os produtos na geladeira dos mesmos. A ideia é tirar do cliente a responsabilidade de armazenar os itens.

Leia também: Robôs podem substituir mais de 4 milhões de trabalhadores humanos em 10 anos

“E se o Walmart pudesse ajudar famílias ocupadas como a minha, e assegurar que a minha geladeira sempre vai estar abastecida?”
Divulgação
“E se o Walmart pudesse ajudar famílias ocupadas como a minha, e assegurar que a minha geladeira sempre vai estar abastecida?”

O Walmart anunciou no dia 22 de setembro que está se associando a August Home, empresa especializada em fechaduras e acessórios para casa inteligentes, para tornar a iniciativa possível.

“E se o Walmart pudesse ajudar famílias ocupadas como a minha, e assegurar que a minha geladeira sempre vai estar abastecida?”, perguntou o vice-presidente de estratégia de comércio eletrônico e operações comerciais do Walmart, Sloan Eddleston, em um post do blog. “E se criássemos um serviço que não só fizesse as compras de supermercado, mas também levasse tudo para minha casa e colocasse tudo diretamente na minha geladeira?”

Depois que o pedido é feito, o entregador retira as mercadorias e as leva para sua casa. Se ninguém atender a porta, um código de acesso único para desbloquear a fechadura da August Home será acionado, o motorista deixará os produtos não perecíveis na sala de estar e colocará o resto de suas compras na geladeira. Depois de sair, a porta será bloqueia automaticamente.

Os consumidores poderão acompanhar a entrega total por meio de notificações, ou vídeos feitos a partir de câmeras e aplicativo da August Home.

Leia também: Uber terá licença operacional suspensa em Londres a partir de outubro

Fase de teste

O serviço atualmente está apenas disponível para um pequeno número de clientes da August Home no Vale do Silício, que se ofereceu para testá-lo. Mas a rede de supermercados pretende expandir o serviço no futuro.

No post do blog, Eddleston afirma que o novo serviço foi desenvolvido a partir de “uma obsessão em ajudar os clientes não apenas na questão financeira, mas também na otimização de tempo”. Dito de outra forma, a novidade pode ser vista como outro passo que a empresa está tomando para combater a Amazon , que atualmente é vista como a revendedora online mais conveniente.

Enquanto uma evolução de entrega à domicílio está acontecendo, pode levar algum tempo para as pessoas se acostumarem com a ideia de ter estranhos em suas casas quando não estão lá. Também não está claro se isso vai funcionar para aqueles que vivem em apartamentos, que podem exigir a aprovação da gestão do edifício. Se o serviço se provar bem sucedido e sem risco, o Walmart estará um pouco mais perto de sair da sombra da Amazon.

Leia também: Google lança aplicativo que faz pagamento com frequências ultrassônicas

*Com tradução de futurism.com

    Leia tudo sobre: inovação
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas