Brasil Econômico

undefined
shutterstock
Veja algumas dicas de segurança antes de contratar um empréstimo online


O final de ano se aproxima e muitos consumidores pensam em reformar a casa, comprar um móvel novo e até mesmo cuidar um pouco da aparência, não é mesmo? Porém, a única maneira de realizar alguns desses sonhos é por meio de um empréstimo.

Leia também:Veja cinco dicas que te ajudarão a economizar com o combustível

Ao analisar a possibilidade da contratação de um empréstimo , muitos optam pelo serviço online, mas se esquecem dos perigos de fazer este tipo de transação pela internet. Para ajudar quem está a analisar essa hipótese para ter um final de ano mais animado a Lendico – plataforma de crédito virtual – separou algumas dicas de segurança .

1 - Pesquise, simule e só depois contrate

Pesquisa é palavra de ordem de quem pensa contratar crédito. Segundo a Lendico, a única maneira de encontrar as melhores taxas de juros e condições de pagamento é pesquisando em todas as instituições que oferecem o serviço. Simule quantas vezes for necessário antes de concluir a transação. “Somente assim você terá certeza de que encontrou o empréstimo ideal“.

2 - Conheça a empresa

A segunda dica é o consumidor se informar sobre a empresa que pretende contratar o crédito. Dados como tempo no mercado financeiro, matérias jornalísticas que citem a empresa e demais dados, podem garantir ao consumidor segurança ao solicitar o dinheiro. “Por que fazer tudo isso? Para se certificar de que a empresa é idônea”. O Banco Central permite que qualquer pessoa consulte informações sobre instituições financeiras que são autorizadas e regulamentadas pela autoridade monetária.

Leia também: Tesouro Direto lança ferramenta de simulações no seu site; veja

3 - Depósito antecipado é proibido

Nunca feche negócio com instituições que por ventura venham pedir qualquer valor antecipado. Essa prática é proibida pelo Banco Central, além de ser algo que fere a legislação vigente no País. Vale ressaltar que empresas que têm este tipo de postura, podem se enquadram em tentativa de fraude ou golpe contra o consumidor.

4 – Usem as mídias sociais

Twitter, Facebook, Instagram , ou qualquer outro canal social devem ser utilizados como ferramenta de pesquisa na hora de decidir em qual instituição fará a contratação do empréstimo. Os sites especializados, como o Reclame Aqui , também serve de referência para saber a reputação da instituição perante outros consumidores.

Leia também: Robôs podem substituir mais de 4 milhões de trabalhadores humanos em 10 anos

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários