Tamanho do texto

Empresários de Chicago não pediram autorização para abrir o espaço e ao invés de uma disputa judicial, a Netflix optou pelo envio de uma carta

Stranger Things  ganha bar temático em Chicago, porém empresários não pediram autorização da Netflix
shutterstock
Stranger Things ganha bar temático em Chicago, porém empresários não pediram autorização da Netflix


As séries produzidas pela Netflix têm feito um grande sucesso e por consequência, geram um retorno financeiro considerável ao serviço de streaming. Um dos grandes cases que chamou a atenção foi a da série Stranger Things, que até ganhou um bar temático temporário todo pensado nos personagens e nomes das locações da série chamado The Upside Down.  

Leia também: Golpe no WhatsApp usa imagem de Neymar para causar prejuízos às vítimas

Entretanto, um pequeno detalhe desse fato é que os empreendedores que criaram esse bar temporário em Chicago não pediram autorização da Netflix para usar a marca e o contexto da série, logo, causaram certo desconforto com a equipe jurídica da empresa de streaming.

Entretanto, ao invés de entrar em uma disputa judicial para cobrança de royalties , direito autoral pelo uso do conteúdo, a provedora global de filmes e séries de televisão pela internet usou de uma estratégia inusitada. Enviou uma carta aos dois empresários de Chicago, carta essa que foi contextualizada com personagens e situações da série Stranger Things . Ao invés de pedir para os empreendedores encerrarem as atividades, a provedora de conteúdo solicitou que o bar fique apenas de forma temporária, assim como foi idealizado pelos empresários.

Marketing?

O conteúdo jurídico mais pareceu uma estratégia de marketing e está repercutindo de forma positiva tanto para a empresa de streaming , quanto para o bar The Upside Down , uma vez que o espaço temporário – com previsão de estar aberto ao público até 30 de setembro – está sempre lotado de consumidores que são fãs da série.  As principais mídias de Chicago, como a NBC, publicaram na integra a carta enviada aos empresários; veja:

Leia também:Google lança aplicativo que faz pagamento com frequências ultrassônicas

“Danny e Doug, nosso walkie-talkie está estragado então precisamos enviar essa nota no lugar. Soubemos que vocês lançaram um bar pop-up de Stranger Things no seu estabelecimento na Logan Square.

Olha, não queremos que pensem que somos estraga-prazeres, e adoramos o tanto que vocês curtem a série (espere só até ver a 2ª temporada!). Mas a não ser que eu esteja no Mundo Invertido, não nos recordamos de termos feito um acordo com vocês para a abertura desse bar. Vocês obviamente são do tipo criativo, então temos certeza que vocês entendem o quanto é importante para nós termos o controle sobre como nossos fãs encontram os mundos que nós construímos.

Não vamos dar uma de total Dr. Brenner para cima de vocês, mas pedimos que vocês, por favor: (1) não estendam o período do bar além das seis semanas planejadas terminando em setembro, e (2) contatem a gente para solicitar a devida permissão se planejarem fazer algo do tipo de novo. Por favor, informem a nossa equipe se é possível concordar com esses pedidos.

Amamos nossos fãs mais que tudo, mas vocês deveriam saber que o Demogorgon nem sempre é tão complacente assim. Então, por favor, não nos faça ter que ligar para as suas mães”.

Assim, de forma divertida a Netflix informou aos empresários que direito autoral deve ser respeitado. O que acharam da atitude da empresa? 

Leia também: Tradicional loja de brinquedos Toys "R" Us entra com pedido de falência