Tamanho do texto

Customização de treinamentos, experiência de compra e novas tecnologias: saiba como capacitar equipes e conquistar mais clientes para o seu negócio

Brasil Econômico

Confira tendências para treinar equipes e aumentar vendas
iStock
Confira tendências para treinar equipes e aumentar vendas

O varejo está passando por um processo de reinvenção, e com isso, diferentes empresas têm repensado suas práticas internas, o que inclui o preparo da equipe e os métodos estratégicos de venda. De acordo com o fundador da consultoria especializada em treinamentos MPP Marketing, Claudio Correra, as metodologias convencionais já não são suficientes para a potencialização de resultados , sendo necessário acompanhar as tendências.

Leia também: Empresas como Google e Amazon poderão controlar nossas vidas no futuro?

A fim de sinalizar estratégias inteligentes e eficazes que podem ajudar os empreendedores a captarem melhores resultados, Correra listou três tendências para treinar equipes e aumentar as vendas. Confira:

1 – Omni-Vendedores

Atualmente, o consumidor é visto como omni, ou seja, multicanal, o que diminui os limites entre o varejo físico e o virtual.  Com isso, as lojas estão se tornando cada vez mais, espaços que priorizam a experiência do cliente.  Para Claudio, os gerentes e funcionários também precisam atuar de maneira multicanal.

“Hoje, por exemplo, o cliente pesquisa online e chega à loja já sabendo o que deseja comprar. Ele não quer saber de funcionário empurrando outro tipo de produto. É necessário que a equipe seja moldada para encarar situações como essas”, ressalta.

2 – Realidade virtual

Longas palestras seguidas de apresentações de slides não funcionam mais. A nova geração de profissionais divide a atenção com diferentes estímulos, e por isso, os treinamentos devem passar a mensagem de forma concisa e focar em atividades práticas, para que o entendimento seja eficiente.

Leia também: Feedback deve ser produtivo e engajar a equipe; veja como isso é possível

“Hoje, a retenção de conhecimento vem muito do visual. É necessário investir em recursos que estimulem esse sentido”, afirma o especialista. Técnicas como a gamificação e a flipped classroom , são ótimas opções para ensinar de forma lúdica e aumentar a participação do aluno. O design thinking e a aplicação de tecnologias, como a realidade virtual também podem tornar esses processos mais dinâmicos, além de gerarem uma visão mais sistêmica da operação da empresa. 

3 – Customização

Para o fundador, treinamentos específicos devem ser aplicados em cada setor e filial de uma empresa. Assim, as demandas da mesma podem ser atendidas, devido a personalização do conteúdo.

“É essencial ir a campo, identificar em que loja o gerente faz um bom trabalho e em qual não faz, por exemplo, porque ele vai passar o conhecimento para a equipe . Isso é essencial para ter uma referência e depois aplicar a metodologia  e as tendências mais adequadas ao caso”, conclui.

Leia também: Emprego novo? Veja cinco perguntas a se fazer antes de mudar de trabalho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas