Tamanho do texto

Falta de pesquisas, timing e visão de mercado podem atrapalhar os empreendedores na hora de executarem suas ideias inovadoras; entenda

Brasil Econômico

Se livre das armadilhas do empreendedorismo e potencialize sua ideia
iStock
Se livre das armadilhas do empreendedorismo e potencialize sua ideia

Você conhece os obstáculos acerca do empreendedorismo? Descuidos na hora de registrar o conceito de um negócio até a falta de conhecimento em relação ao momento de passar o empreendimento adiante são fatores determinantes que podem atrapalhar o sucesso do negócio.

Leia também: Feedback deve ser produtivo e engajar a equipe; veja como isso é possível

Pensando nesses riscos, o fundador da Associação Nacional dos Inventores (ANI), Carlos Mazzei, listou cincos empecilhos presentes no empreendedorismo que afetam tanto os inventores quanto os empreendedores digitais.

1. Pesquisas rasas

O insight seguido da constatação positiva em relação à ideia é instantâneo. Entretanto, é importante pesquisar profundamente para saber se ela é realmente tão genial e inovadora quanto pensa. "Há casos em que chegam a tentar colocar projetos de negócios e produtos no mercado como se fossem inovadores quando há alternativas semelhantes disponíveis há anos", ressalta Mazzei.

2. Descaso com propriedade intelectual

É de extrema importância que antes da divulgação do negócio haja um resguardo legal, assim como a proteção de protótipos de produtos por meio de patentes. "Tem sido um caso recorrente com aplicativos: os criadores levam a feiras em busca de parceiros e, meses depois, surgem várias cópias", afirma.  Como a lei brasileira ainda não permite registrar a ideia de um aplicativo, uma alternativa é fazê-la na agência americana de propriedade intelectual, a Copyright Office.

Leia também: Cinco dicas para conciliar a carreira e um negócio próprio

3. Falta de timing e alvo de investimento

A concretização e expansão do negócio através de um aporte externo é crucial e não deve ser feito de maneira precipitada. É fundamental ter consciência sobre o atual estágio de desenvolvimento da ideia e das suas perspectivas no mercado. O indicado é buscar funding apenas quando o cenário estiver promissor, garantindo que os parceiros participem do empreendimento e estejam alinhados com seus valores.

4. Não traçar objetivos

Ter um propósito é essencial. Sem ter uma noção de onde quer chegar com a ideia, o empreendedor não saberá qual caminho percorrer. Uma alternativa para esse problema está em lançar o negócio já frisando sua expansão, possíveis franquias e potenciais investidores. “É preciso renovar constantemente esse propósito. Cansei de ver ideias maravilhosas que não decolam porque seus criadores não têm tino para a parte comercial. Se não encontrou o sócio ideal que complemente essa característica, passar adiante é uma boa opção”, explica o fundador da ANI.

5. Falta de apoio familiar

Adentrar o empreendedorismo é um processo difícil e cheio de incertezas. O desenvolvimento de uma ideia até sua concretização pode ser de altos e baixos, a até mesmo, infrutífero. Por isso, além de suporte financeiro, o empreendedor precisa do apoio de pessoas próximas. "Família e amigos são essenciais nessa hora. Eles precisam saber o que está acontecendo e ajudar tanto em questões práticas quanto no lado mais emocional dessa empreitada", conclui Carlos.

Leia também: Negócios: política global é o que mais tem influenciado as decisões dos CEOs

    Leia tudo sobre: empreendedorismo