Tamanho do texto

O dado foi divulgado por meio do Boletim Focus, em que o Banco Central traça perspectivas com mais de 100 instituições financeiras no Brasil ; veja

Brasil Econômico

Perspectiva para inflação deste ano segundo o mercado financeiro é de 3,51%, informou o Banco Central
shutterstock
Perspectiva para inflação deste ano segundo o mercado financeiro é de 3,51%, informou o Banco Central



O aumento da meta fiscal de R$ 139 bilhões para R$ 159 bilhões fez com que os economistas ouvidos pelo Banco Central (BC) para a divulgação do Boletim Focus aumentassem pela quinta vez consecutiva a projeção para inflação deste ano.

Leia também: Metalúrgicos fazem acordo com Ford para retorno de 80 trabalhadores demitidos

Na última segunda-feira (14) a estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgada pelo Banco Central , foi de 3,50% para este ano. Hoje (21) ela passou para 3,51%, sendo a quinta revisão para cima.

Para o ano que se aproxima – 2018 –, a perspectiva para IPCA foi mantido em 4,20%, sendo esse índice igual  há cinco semanas consecutivas. Vale ressaltar que as estimativas tanto para 2017 quanto para 2018 permanecem abaixo do centro da meta estipulada pelo governo, que é de 4,50%, e deve ser perseguida pelo BC. Essa meta tem ainda um intervalo de tolerância entre 3% e 6%. 

As altas nas projeções da inflação começaram após a equipe econômica do governo de Michel Temer anunciar a revisão da alíquota do PIS e Cofins nos combustíveis. A questão ainda tem gerado discussões, já que a autorização para aumentar os impostos foi suspensa novamente no final da semana passada. 

Leia também: Governo apoiará exportadores de frango contra investigação antidumping da China

Outros indicadores

A expectativa do mercado financeiro para a taxa básica de juros – Selic ao final deste ano e de 2018 segue em 7,50% ao ano. Atualmente a taxa de juros é de 9,25% ao ano. Já a estimativa dos economistas ouvidos para a divulgação do Boletim Focus apontam estabilidade quanto ao crescimento do Produto Interno Bruto ( PIB ). A perspectiva para o crescimento econômico ficou estável em 0,34% este ano. Para 2018 também, com possibilidade de alta na ordem de 2%. 

As projeções relativas a taxa de câmbio da moeda norte-americana (dólar) teve retração ao passar de R$ 3,25 para R$ 3,23 no fechamento deste ano. Para o fechamento do ano que vem, a previsão dos economistas para a moeda norte-americana recuou de R$ 3,40 para R$ 3,39. 

A projeção divulgada nesta segunda-feira (21) pelo Banco Central para o resultado da balança comercial (resultado do total de exportações menos as importações) em 2017 passou de US$ 61 bilhões para US$ 61,9 bilhões de resultado positivo. 

*Com informações da Agência Brasil

Leia também: INSS: Prazo para agendar perícia do auxílio-doença termina nesta segunda-feira