Tamanho do texto

Integrantes da Geração Y são os nascidos nas décadas de 1980 e 1990; hoje, eles representam o maior número de consumidores em todo o planeta

Geração Y chega a 20% de toda a população do Brasil, de acordo com pesquisas
shutterstock
Geração Y chega a 20% de toda a população do Brasil, de acordo com pesquisas

Millennials são conhecidos por seus hábitos peculiares de consumo e já decretaram a ‘morte’ de negócios mais do que tradicionais. Geração Y, também chamada de Geração do Milênio ou Geração da Internet, é o nome que acompanha os que nasceram entre as décadas de 1980 e 1990 e que hoje representam o maior número de consumidores do mundo. No Brasil, pesquisas apontam que essa geração chega a 20% de toda a população.

Leia também: Veja cinco tendências para melhorar experiência do consumidor no e-commerce

Consumidores que cresceram em uma época de grandes avanços tecnológicos, facilidade material e interação social e midiática, trouxeram grandes desafios para que empresas pudessem posicionar seus produtos e, muitas vezes, até mesmo reposicionar suas marcas diante do mercado. Confira oito exemplos de quem está faturando alto vendendo para a Geração Y :

1) Hospital do iPhone

O Hospital do iPhone é uma rede de assistência especializada em dispositivos da Apple. Segundo levantamento realizado este ano pela agência americana Moosylvania, a Apple é a marca mais amada por essa geração. O design e a inovação fazem com que os produtos da marca sejam desejados pelos Millennials. Por conta da crise econômica e do preço elevado dos produtos, a empresa conseguiu crescer cerca de 150% no último ano. Para ser um franqueado o investimento indicado é de R$ 75 mil, o que já inclui a taxa de franquia.

2) Gemotion

A GEmotion é uma rede de franquias , recém-criada pelo empreendedor Henrique Mol, que traz novidade para o mercado de tecnologia ao apresentar uma máquina de realidade virtual em nove dimensões. O equipamento possibilita ao usuário ter cerca de 30 experiências diferentes, como sensação de estar em uma montanha russa e até sentir um jato de ar no pescoço. O modelo do negócio atinge públicos de diferentes faixas etárias. Para adquirir uma unidade da rede, o investimento necessário é de R$90 mil, com tempo de retorno em até de seis meses.

3) Mercadão dos Óculos

Criada para atender as demandas das classes C e D, o Mercadão dos Óculos, rede de óticas, foi fundado em 2012. São mais de 150 unidades em 21 estados do Brasil, a marca pretende faturar R$ 100 milhões neste ano. Com produtos de preço acessível que variam de R$ 19,90 e R$ 239,90, a rede possui como público alvo consumidores com idade acima de 30 anos e que fazem parte dos chamados millennials. O público representa 80% do total de vendas nas lojas. O investimento parar abrir uma unidade é a partir R$ 150 mil com prazo de retorno de 18 a 24 meses.

Leia também: Política global é o que mais tem influenciado as decisões dos CEOs

4) Super Estágios

Criada em 2009, a Super Estágios é a primeira rede de franquia de estágios do Brasil. A rede possui um sistema online com mais de cinquenta mil estudantes credenciados onde podem ser encontradas as vagas. Desde sua fundação, a empresa foi a responsável por inserir mais de um milhão de pessoas no mercado de trabalho. O investimento inicial para abertura de uma unidade da Super Estágios é de até 170 mil e o prazo médio para retorno é de sete meses.

5) Urban Arts

Em operação desde maio de 2009, a Urban Arts é uma galeria de arte que oferece trabalhos de mais de quatro mil artistas independentes do Brasil e do mundo. São mais de 40 mil artes, todas autorais, exclusivas e com tiragem limitada. Após dois anos de existência online, a empresa teve sua primeira galeria física inaugurada em 2011 na rua Oscar Freire, em São Paulo. Hoje o negócio conta com duas galerias próprias e mais 16 franqueadas por todo o país. O investimento inicial para entrar no negócio é de R$230 mil com tempo médio de retorno previsto para 18 e 36 meses.

6) Bupaqê

Criado em 2017 na cidade de Goiânia/GO pelo empresário Guilherme Carvalho, o Bupaqê é uma rede de franquias que permite que os clientes escolham todos os ingredientes de seus burgers e pastéis gourmet. Na prática, o consumidor escolhe os recheios e acompanhamentos enquanto o atendente monta o pedido ao vivo. Para investir na abertura de uma unidade, o valor indicado é de R$250 mil com retorno previsto para 36 meses.

7) Oca de Savóia

Criada em 2007, a Oca de Savóia é uma rede de franquias que mudou a forma dos gaúchos comerem pizza e que agora quer ganhar o Brasil. Com 36 unidades atualmente, a empresa oferece mais de 70 opções de sabores de pizza em fatia aos clientes, que contam com a comodidade de um produto saboroso e fácil de comer. Em cinco anos, foram feitos diversos investimentos em tecnologia para entregar o melhor produto para o consumidor . Para abrir uma unidade, o investimento indicado é a partir de R$250 mil com tempo médio de retorno previsto para 24 meses.

Leia também: Confira três cuidados a serem tomados para a expansão do seu negócio

8) Depyl Action

A Depyl Action é uma rede de franquias que oferece serviço de depilação masculina e feminina. Atualmente 50% o público pertence à Geração Y. Esta é atraída pelas facilidades que a rede oferece. Não é preciso marcar horário para realizar a depilação com cera. Entre outros, a empresa oferece serviços como depilação com cera morna, fotodepilação, design de sobrancelhas e depilação facial com linha. A marca possui 100 unidades espalhadas por 24 estados brasileiros. Interessados em entrar no negócio investem a partir de R$340 mil com tempo médio de retorno previsto para 48 meses.