Tamanho do texto

As redes sociais são importantes para a construção da imagem de uma marca. É fundamental ter estratégias estruturadas para ter bom resultado

A imagem de uma empresa vai muito além da aparência do ponto de venda, da loja virtual e de seu atendimento. Uma presença de respeito nas redes sociais como o Facebook, Instagram, Snapchats, entre outros canais sociais é importante e já deixou de ser um requisito básico para se tornar fundamental.

Leia também: Conheça três estratégias de marketing digital para alavancar os negócios

Ter estratégias estruturadas para redes sociais como o Instagram, garantirá o sucesso da marca no mundo digital
Flickr/magicatwork
Ter estratégias estruturadas para redes sociais como o Instagram, garantirá o sucesso da marca no mundo digital


Porém, a presença por si só não vale de muita coisa e o que diferencia uma marca de tantas outras concorrentes é o seu conteúdo e a qualidade de tudo aquilo que é publicado por ela. Segundo Rafael Kiso, especialista de marketing digital e fundador da mLabs, se posicionar de forma inteligente no Face, Instagram e afins é o que garantirá o sucesso da empreitada no mundo social virtual.

Para ajudar a se posicionar de forma inteligente nesses canais, Kiso, listou nove dicas para ter plataformas sociais de sucesso.

1 – Os canais têm propósitos 

Cada rede social tem um propósito e características. “Levar em conta esses fatores é determinante para entender melhor cada plataforma e saber o tipo de conteúdo mais adequado para cada rede”, disse o especialista. 

2 – Entenda seu negócio

Antes de qualquer ação ou criação de estratégia é fundamental que o empresário tenha conhecimento profundo do seu negócio. Essa inteligência de mercado possibilitará um trabalho mais efetivo e diferenciado na internet .

3 – Conhecer seu consumidor e saber onde ele está

No momento em que pesquisa e se aprofunda nas questões relacionadas a sua marca, é importante disponibilizar o mesmo tempo para o seu consumidor ou público-alvo . A pesquisa deve envolver desde o estilo de vida de seu público em potencial, até os canais sociais que mais o agradam. “Essas respostas que vão direcionar o seu conteúdo e determinar quais plataformas merecem mais atenção”, explica.

4 – Conteúdo não é propaganda

Identificado os pontos acima mencionados é hora de estruturar as publicações. Para isso, é preciso ter o entendimento de que conteúdo não é propaganda. “A linguagem da rede social é muito particular e própria, então, tome muito cuidado ao tentar vender ou mostrar um produto nessas plataformas”, explicou Kiso.

5 – Relacionamento interpessoal

Entenda que as redes sociais foram criadas com um objetivo bem específico: conectar pessoas. É importante ter essa característica sempre em mente e publicar conteúdos que levem em conta esse aspecto.

6 – Mídia social x Rede social

Saber de forma clara a diferença dos termos mídia social e rede social é fundamental. Segundo o especialista em marketing digital , normalmente as pessoas usam essas palavras como sinônimo, mas existe uma grande diferença no conceito de cada uma delas.

"As mídias sociais, por exemplo, correspondem as pessoas e a atuação de cada uma delas em sociedade. Já as redes sociais são os canais, ou seja, as plataformas propriamente ditas, como Facebook , Instagram, Twitter e Youtube ", enfatizou ele.

7 – O público é o porta-voz do negócio

Uma ação com bom resultado é ter em mente que o seu público consumidor é o porta-voz da sua empresa ou marca. Quando o consumidor está satisfeito com o que lhe foi oferecido ele é capaz de fazer a melhor propaganda gratuita para sua marca. “Por isso, é tão necessário pensar em uma comunicação que conquiste seus clientes e faça com que eles divulguem a sua marca a outros possíveis consumidores”.

8 – O conteúdo que faça sentido à vida das pessoas

Também é importante levar em conta as emoções no momento de produzir um conteúdo. Tudo que é publicado em uma página precisa fazer sentido para o público, só assim, ele irá compartilhar aquela postagem e continuar acompanhando a rede social do seu negócio.

9 – Ser onlife

Por fim, pense em um conteúdo que rompa a barreira entre o on e o off para o Face, Instagram, Snapchat e afins.  Produza algo que integre de forma inteligente esses dois mundos e faça a diferença nas redes sociais!

 Leia também: Confira cinco dicas para deixar as dívidas e conseguir guardar dinheiro

    Leia tudo sobre: Instagram Facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.