Tamanho do texto

Deficit do sistema de previdência social do setor público nos últimos 15 anos somou R$ 1,3 tri para 1 milhão de pessoas. Enquanto o deficit do INSS somou R$ 450 bilhões para 29 milhões de aposentados

O deficit da previdência social de 1 milhão de servidores públicos já é maior do que o dos 29 milhões de trabalhadores da iniciativa privada que recebem pelo INSS. Um funcionário público da União que conquistar a aposentadoria aos 60 anos de idade e com expectativa de viver até os 80, custará R$ 3,34 milhões para os cofres do governo.

Leia também: Receita Federal recupera R$ 73 bilhões com autuações no primeiro semestre

Servidor aposentado custa o triplo de empregado privado
Uanderson Fernandes / Agência O Dia
Servidor aposentado custa o triplo de empregado privado

Segundo cálculo da Consultoria de Orçamento da Câmara dos Deputados, esse é o valor médio que será desembolsado para garantir o pagamento dos aposentados ao funcionalismo. Um trabalhador da área privada que se aposentar, com expectativa de mais 20 anos de vida, custará, em média, R$ 1,1 milhão aos cofres públicos.

Esse custo existe devido a desequilíbrios históricos dos regimes de Previdência no Brasil, que têm distorções e beneficiaram grupos específicos. Esse valor extra não deveria existir em nenhum caso, porque representa um desembolso além daquilo que o governo já paga à Previdência na condição de empregador.

Dicas de vendas: especialista ensina como ampliar os resultados no 2º semestre

Esse desequilíbrio é chamado tecnicamente de deficit atuarial dos regimes de Previdência e significa que, se fosse necessário pagar hoje todos os benefícios –atuais e futuros–, não haveria recursos suficientes, e o Tesouro seria obrigado a desembolsar esse montante.

Durante o programa Canal Livre da Rede Bandeirantes de Televisão, os comentaristas políticos do programa trouxeram de forma explícita o desequilibrio entre o setor produtivo e o não produtivo.

Segundo os comentaristas, a média de aposentadoria no setor público executivo é de R$ 9 mil, no Legislativo R$ 28 mil, no Judiciário R$ 25 mil, já no Ministério Público é acima de R$ 30 mil. Já no setor privado, pasmem, R$ 1.600.  

Ainda de acordo com o programa, o setor público gasta R$ 115 bilhões com 1 milhão de aposentados, enquanto no privado o gastos chegam a R$ 500 bilhões para 33 milhões de aposentados.

Leia também: País está mudando a forma de trabalhar, comemora Henrique Meirelles

O dado mais assustardor fica por conta do deficit do sistema de previdência social do setor público que nos últimos 15 anos somou R$ 1,3 trilhão para 1 milhão de pessoas. Enquanto o deficit do INSS somou R$ 450 bilhões para 29 milhões de aposentados.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.