Tamanho do texto

Uma plataforma adequada às necessidades e uma estratégia coesa e direcionada são primordiais para que o lojista tenha sucesso no setor

Brasil Econômico

O e-commerce é cada vez mais utilizado pelos empreendedores brasileiros
shutterstock
O e-commerce é cada vez mais utilizado pelos empreendedores brasileiros

Para ter sucesso no e-commerce, o empresário precisa combinar diversas ações que precisam ser aplicadas de maneira coordenada. Se destacar frente aos seus concorrentes é indispensável nestes casos. Os lojistas devem atender a alguns requisitos para alcançar essa diferenciação.

Leia também: Disputar uma vaga de emprego é mais difícil que passar no vestibular; entenda

Existem quatro fatores primordiais para quem deseja se estabelecer no e-commerce , como uma boa plataforma adequada às necessidades, uma estratégia coesa e direcionada, uma política comercial bem definida e muita atenção à logística. Confira algumas informações que podem ser úteis para guiar os lojistas em cada um destes elementos elaboradas pela Rakuten:

1) Plataforma

Uma plataforma robusta vai influenciar de maneira direta o desemprenho do site e, consequentemente, a impressão causada nos clientes. O usuário não pode ficar esper muito tempo para que as telas carreguem. É preciso que a experiência de navegação seja otimizada.

A plataforma contratada precisa rodar de um jeito simples e ordenado. O intuito prioritário do sistema deve ser propiciar que o comprador encontre o que procura e consiga finalizar a compra com o menor número possível de cliques. O que irá determinar estes elementos são a arquitetura de software da plataforma aliada ao hardware.

2) Estratégia

Ao dar início ao seu negócio, o empreendedor peguntar para si mesmo qual o público que deseja atingir? Este deve que ser o marco para o desenvolvimento de um plano de negócios que abarque seus objetivos direcione as estratégias.

Leia também: Valor do bitcoin pode chegar a R$ 13 mil, projeta especialista

Outra orientação valiosa é entender quem são seus principais concorrentes em cada categoria de produto, pois só a partir deste estudo, será possível desenvolver a melhor política de elaboração de preço, que como qualquer empreendedor virtual sabe, é um fator de compra decisivo na internet. O lojista precisa ter bem definido em quais canais de venda ele pode atuar e a quantidade de orçamento disponível para divulgar produtos e comprar mídia na internet. 

3) Política comercial

O e mpreendedor precisa ter muito bem definido qual é o "markup" de cada produto, ou seja, o resultado da receita líquida, o que sobra no final. Dessa forma, é possível decidir com mais precisão e de uma maneira embasada quais os níveis de desconto e que tipos de parcelamentos o site pode oferecer para cada produto, qual a porcentagem de juros estipular e até mesmo se a operação daria conta de parcelar sem acréscimo no preço final.

4) Logística

O custo do frete costuma ser o maior ponto de atrito entre lojista e consumidor. O Brasil ainda depende muito dos Correios, mas existem outras transportadoras se aprimorando para alcançar uma capacidade cada vez maior de entregar os produtos em qualquer lugar do País.

Leia também: Entenda por que os trabalhadores não recebem aumento de salário no Japão

As empresas de logística evoluíram muito tecnicamente, colocando em prática a otimização das rotas para conseguir atender o comprador dentro do prazo acertado. De olho nesta evolução das empresas, existem sistema e plataformas que ajudam na gestão do frete, otimizando essa parte importante de um e-commerce. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.