Brasil Econômico

Brasil Econômico

A crise econômica faz com que o consumidor procure formas de economizar e uma delas é usar os cupons de desconto. A demanda fez surgir inúmeras empresas especializadas na concessão de descontos e muitos usam as redes sociais para atrair a atenção de potenciais clientes.  Porém, o que era para ser benéfico se tornou um grande problema. Com o crescimento dos cupons foi aberta margem para criminosos, em especial, para golpe aplicado online.

Leia mais:  Entenda como são realizados os golpes do vale-presente no WhatsApp

undefined
Divulgação
Uber tem nome usado em novo golpe para roubo de dados. Consumidores devem ficar atentos


O mais recente golpe envolvendo vouchers de desconto envolveu o nome do Ubre, aplicativo de transporte particular.   Foi relatado por diversos usuários que no sábado (17) um e-mail com um código de desconto no valor de R$ 100 foi encaminhado para um número significativo de consumidores que usam o meio de transporte.  Assim como os golpes aplicados no WhatsApp , o que envolveu o nome do Uber pede que o consumidor clique em um link.

Ele é redirecionado a uma página de cadastro com a marca da empresa e que pede alguns dados para que ele possa aproveitar o desconto. Quem infelizmente acreditou na promessa do desconto informou dados como telefone, CPF, e-mail e cartão de crédito .

Leia também:  Golpe no WhatsApp promete um ano grátis de Netflix para os usuários

Roubo de dados

A intenção é o roubo de dados e segundo a ESET, empresa especialista em segurança online, mais de 40 mil pessoas já caíram no golpe até a terça-feira (20) e, considerando o volume de mais de 100 mil buscas mensais por cupons e promoções da Uber e a viralização da promoção por mídias sociais e serviços de mensagens, o golpe ainda pode atingir uma quantidade muito maior de vítimas.

“Os códigos promocionais da Uber disponíveis em sites de cupons ou na própria Uber geralmente são válidos somente para a primeira viagem e o usuário pode baixar o aplicativo da Uber e inserir o código no próprio app, sem precisar acessar um site e correr riscos desnecessários”, aconselha Thiago Rodrigo Alves Carneiro, responsável pelo marketplace A vida é feita de Desconto.

Para Carneiro, há outros caminhos para obter descontos sem correr riscos desnecessários e cair em um golpe: “O usuário deve desconfiar de vantagens excessivas, evitar clicar em links de origem desconhecida e checar a informação diretamente com a empresa ou nos principais sites de cupons, que verificam os códigos de desconto e os disponibilizam gratuitamente em suas plataformas”.

Leia também:  Compare preços da 99, Uber, Easy e Cabify em um único aplicativo, veja

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários