Tamanho do texto

Montadoras solicitam que consumidores entrem em contato para fazer a revisão dos veículos e, se necessário, substituir as peças comprometidas

Discovery Sport é um dos veículos que estão em recall da Land Rover
Nicolas Tavares/iG Carros
Discovery Sport é um dos veículos que estão em recall da Land Rover

O recall de alguns modelos de veículos foi anunciado pelas marcas  Land Rover e Mitsubishi nesta segunda-feira (12). No caso da primeira marca, os consumidores que tenham adquirido os modelos Range Rover Vogue, Range Rover Sport e Discovery Sport, anos/modelos 2016 e 2017, fabricados de 12 de julho a 26 de outubro de 2016, devem comparecer a uma concessionária da marca para inspeção e, se necessário, realizar a substituição dos conjuntos de pré-tensores dos cintos de segurança dianteiros.

Leia também: Veja 10 concursos públicos que encerram inscrições neste mês de junho

De acordo com a empresa, existe a possibilidade de defeito do ativador do pré-tensor dos cintos de segurança dianteiros. “Caso o pré-tensor não seja acionado em uma colisão que demandaria sua ativação, o ocupante do assento dianteiro respectivo poderá sofrer lesões”, informa a nota divulgada pela motadora. Quem deseja obter maiores informações sobre o recall dos veículos da Land Rover pode entrar em contato com a empresa. A companhia disponibiliza o telefone 0800 012 2733, o e-mail cliente@landrover.com.br e o site www.landrover.com.br.

No caso da Mitsubishi, os proprietários dos modelos Outlander Phev, fabricados no período janeiro de 2015 até dezembro de 2016, precisam agendar, a partir do dia 10 de julho, uma visita a uma concessionária da marca para assegurar a substituição das velas de ignição.

Leia também: Conheça 10 expressões que te ajudarão a entender o mercado financeiro

Além disso também será necessário fazeer a reprogramação das unidades eletrônicas do motor a gasolina e do motor elétrico. O cliente da empresa pode obter mais informações por meio do telefone 0800 702 0404, do e-mail sac@hpeautos.com.br e pelo site www.mitsubishimotors.com.br.

Em comunicado divulgado para o anúncio do recall, a empresa informa que, devido à programação inadequada das unidades eletrônicas dos motores, aliada à especificação incorreta das velas de ignição, o motor a gasolina pode apresentar falha no funcionamento.

Leia também: São Paulo mantém estabilidade de empregos formais no primeiro trimestre

“No caso de uso do veículo em modo totalmente elétrico, as velas de ignição podem se deteriorar, dificultando o funcionamento do motor a gasolina e, como consequência, o carregamento da bateria do motor elétrico pode ser afetado, prejudicando a condução do veículo”, diz a nota da Mitsubishi sobre o recall de veículos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.