Tamanho do texto

Após a divulgação sobre o acordo de leniência da J&F, o grupo JBS foi em direção oposta ao Índice da Bovespa, registrando valorização em suas ações

Brasil Econômico

enquanto Índice da Bovespa operava em alta na terça-feira, o dólar caia 0,79% a R$ 3,2364
shutterstock
enquanto Índice da Bovespa operava em alta na terça-feira, o dólar caia 0,79% a R$ 3,2364

Ainda com as incertezas do cenário político, na quarta-feira (31), a Bovespa operou em queda de 1,71% aos 62.869 pontos. Após a divulgação sobre o acordo de leniência da J&F, o grupo JBS foi em direção oposta ao Ibovespa, registrando valorização ao longo da cotação.

Leia também: JBS se torna alvo de dois inquéritos por atuação no mercado de dólar e ações

Destaques

No começo do pregão que se inicia as 10h00, as ações da JBS lideravam os ganhos na Bovespa , com um acréscimo de mais de 7%, o que foi evidenciado após firmar um acordo de leniência que estima o pagamento de multa de R$ 10,3 bilhões em 25 anos.

Por outro lado, as ações da Vale apresentaram queda de 5%, interrompendo um período de quatro pregões com altas consecutivas. Houve também baixa nos contratos futuros do minério de ferro na China, caindo para o menor patamar desde novembro, de acordo com algumas agências internacionais.

Já a Petrobras recuou 2% nas ações preferenciais, referentes a preferência na distribuição de dividendos e cerca de 2,5% nas ações ordinárias  – que abrangem o direito ao voto. As quedas acompanharam o decréscimo nos preços do petróleo no exterior, com o aumento da produção da Líbia, o que potencializa a preocupação dos cortes liderados pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), uma vez que estão sendo impactados negativamente por diferentes países que não fazem parte do pacto.

Leia também: Petrobras é condenada a contratar advogados aprovados em concurso público

Exterior

No contexto internacional, o mercado reflete indicadores positivos no que se diz respeito ao mercado de trabalho na zona de euro. Além disso, o dia foi marcado pelo recuo nos preços do petróleo, gerando dúvidas acerca do acordo da Opep para segurar a oferta da commodity.

Dólar

O dólar por sua vez, encerrou maio com alta de 1,94%. Na terça-feira (30), fechou em queda de 0,79%, a R$ 3,2364.  Com isso, o mercado permanece monitorando o cenário político e as decisões sobre as reformas propostas pelo governo, em especial a da Previdência e a trabalhista.

Véspera

Ainda na terça-feira (30), o Índice da Bovespa apresentou um resultado contrário ao de quarta, com crescimento de 0,32%, aos 63.962 pontos. Com a queda acumulada de quase 6% desde as polêmicas envolvendo o presidente Michel Temer, o Ibovespa opera oscilante nas últimas semanas.

Leia também: PIB cresce 1% no primeiro trimestre do ano após oito quedas consecutivas

    Leia tudo sobre: Bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.