Brasil Econômico

O Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central, apontou que os analistas do mercado financeiro reduziram pela 11ª vez a projeção para a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O indicador passou de 3,93% para 3,92%, segundo informativo divulgado nesta segunda-feira.

Leia também: Cade rebate delação de executivo e nega suposto favorecimento à JBS

Banco Central: Boletim Focus apontam nova queda da inflação este ano
Agência Brasil/Arquivo
Banco Central: Boletim Focus apontam nova queda da inflação este ano


A perspectiva dos economistas ouvidos pelo Banco Central está abaixo do centro da meta estipulado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) que é de 4,5%. Essa meta pode ter variação com limite inferior de 3% e superior em 6%. Para o próximo ano, os economistas também reviram, para baixo, a previsão de inflação. O indicador passou de 4,36% na semana passada para 4,34% nesta semana.

As expectativas para o crescimento da economia, por meio do Produto Interno Bruto ( PIB ) permaneceu inalterada de uma semana para outra. Os economistas estima que o PIB deste ano tenha crescimento tímido de 0,50% e em 2018 de 2,50%.

Você viu?

Leia também: Por "instabilidade política", Fitch mantém Brasil abaixo do grau de investimento

Para as instituições financeiras, a taxa básica de juros, a Selic, encerará 2017 e 2018 em 8,5% ao ano. Atualmente a taxa está em 11,25% ao ano. Em breve o Comitê de Política Monetária (Copom) fará nova reunião para tratar da Selic . A tendência é que ela continue em queda até o final deste ano.

Vale ressalta que a Selic é um dos instrumentos usados para influenciar a atividade econômica e a inflação. Quando o Copom aumenta a Selic, a meta é conter a demanda aquecida, e isso gera reflexos nos preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Já quando o Copom diminui os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle sobre a inflação.

Outros indicadores

O Boletim Focus, do Banco Central, desta segunda-feira (22) apontou ainda as estimativas para a taxa de câmbio. O dólar teve queda em sua projeção ao passar de R$ 3,25 para R$ 3,23. Para o fechamento de 2018, a previsão dos economistas para a moeda norte-americana continuou em R$ 3,36. Para a balança comercial a estimativa dos economistas subiu de US$ 55,15 bilhões para US$ 56 bilhões de resultado positivo.

*Com informações da Agência Brasil

Leia também: Soma do valor de mercado das principais marcas brasileiras tem aumento de 70%

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários