Tamanho do texto

Rede de manutenção e reparos Help Home quer igualar patamar em suas franquias; atualmente, são 70 franqueados homens e apenas sete mulheres

Após o anúncio do desconto, 80 mulheres procuraram a Help Home interessadas em abrir uma franquia
shutterstock
Após o anúncio do desconto, 80 mulheres procuraram a Help Home interessadas em abrir uma franquia

O cenário do empreendedorismo no Brasil ainda é desvantajoso para as mulheres. De acordo com a Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2015, a proporção é de 36,4% de presença feminina em empreendimento próprio, como uma franquia, por exemplo, contra 42,4% dos homens.

Leia também: Confira quatro dicas para dar início ao seu próprio negócio

Esta questão também é provada na prática. No caso da Help Home, por exemplo, são 70 franqueados homens e somente sete mulheres. Pensando nisso, a rede de manutenção e reparos adotou políticas para estimular a adesão de empreendedoras à marca, oferecendo desconto de 20% na taxa de franquia .

Segundo Estevan Pavarin, fundador da Help Home, o objetivo é chegar a um patamar igualitário na base de franqueados. “Sabemos que as mulheres estão menos presentes nesse universo, mesmo com tanto potencial quanto os homens, e queremos mudar isso”, diz. Na opinião do empreendedor, as mulheres geralmente têm duas características importantes para o setor de manutenção mais aguçadas do que os homens: atenção aos detalhes e tato para se comunicar com os funcionários e clientes.

Leia também: Entenda por que adolescentes estão procurando o coaching para definir carreira

Débora Silva, arquiteta que se tornou franqueada da Help Home em São Paulo em 2017, acredita que o segmento de manutenção e reparos tem muito a ser explorado pelas mulheres. “No meu grupo de 20 amigas, sou a única que está empreendendo, mas isso está mudando”, conta. Ela considera “ótima e necessária” a iniciativa da empresa. Além do desconto, o baixo investimento inicial e a segurança do portfólio foram outras razões que a fizeram optar pela marca.

Depois do anúncio da promoção, surgiram 80 interessadas em abrir uma unidade da emprsa, segundo Pavarin. Até o momento, 5% já fecharam negócio. “Queremos estimular a participação feminina para que elas tenham mais oportunidades de mostrar e explorar seu potencial no mercado de manutenção e reparos”, conclui.

Leia também: Veja os erros jurídicos mais comuns cometidos por empreendedores

Para abrir uma unidade da Help Home, é necessário um investimento inicial de R$ 35 mil, incluindo capital de giro e a taxa de franquia. O faturamento médio mensal é de R$ 30 mil e o prazo de retorno varia de três a seis meses.

    Leia tudo sobre: Empreendedorismo