Brasil Econômico

Brasil Econômico

Nesta quinta-feira (4), o Índice da Bovespa (Ibovespa) iniciou o pregão com queda de 1,26% a 65.261 pontos, sendo influenciado pelas perdas de commodities no mercado internacional e pelas empresas do setor de matérias-primas.

Leia também: Cerca de 73% dos brasileiros vão comprar presentes no Dia das Mães, diz pesquisa

undefined
iStock
Empresa siderúrgica Gerdau apresenta queda no Índice da Bovespa, com prejuízo líquido de R$ 34 milhões

Vale lembrar que o Índice da Bovespa , responsável por reunir informações sobre as maiores empresas listadas na Bolsa de Valores é calculado em tempo real, registrando instantaneamente os preços de absolutamente todos os negócios no mercado de ações.

Destaques

A trajetória de baixa é liderada pela Vale, que continua a cair com a desvalorização de mais de 5% no preço do minério de ferro na China, registrando a maior perda do dia desde novembro. A Petrobras também apresentou recuo, dessa vez devido aos preços do petróleo no mercado internacional, após uma tímida queda no relatório de estoques dos Estados Unidos.

A empresa siderúrgica Gerdau expôs outra baixa significativa, sendo influenciada pelo balanço trimestral e pelas retrações de commodities metálicas na China. É importante lembrar que no primeiro trimestre, a entidade registrou um  prejuízo líquido  de R$ 34 milhões.  Já a Ambev, que avançava detendo a maior alta no índice, apontou queda de 20,1% no lucro líquido ajustado.

Leia também: Voos da Latam são cancelados e passageiros dormem em saguão de Cumbica

Resultados anteriores

Na quarta-feira (3), as vésperas da votação da Reforma da Previdência, o Ibovespa, encerrou o pregão em 66.093,78 pontos, evidenciando uma desvalorização de 0,94% se comparado ao pregão anterior, a 66.093 pontos. No ano, o índice acumula alta de 9,74%.

Desse modo, os investidores também vêm sendo impactados pelos fatores políticos do País, sendo a aprovação do texto-base da reforma da Previdência em comissão especial na Câmara dos Deputados, uma pauta recorrente no cenário atual.

Enquanto as discussões sobre a reforma ocorriam, o Índice da Bovespa registrava os seguintes resultados: desvalorização de 25% da ação ordinária Br Pharma DIR (BOV:BPHA11), tal como a queda de 12,86% na ação preferencial Elekeiroz (BOV:ELEK4)  e o recuo de 5,92% na ação ordinária Vale (BOV:VALE3). Em relação aos resultados positivos, houve valorização de 56,56% na ação ordinária da Comgas DIR (BOV:CGAS11), assim como a valorização de 20,85% da ação preferencial da Encorpar (BOV:ECPR4).

Leia também: Impacto de novas mudanças na reforma da Previdência ainda não foi calculado

    Leia tudo sobre: Bovespa

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários