Brasil Econômico

O e-commerce é aliado do empresário e do consumidor nos dias atuais. Com preços, por vezes, mais atrativos que no varejo físico, as lojas online atraem um número cada vez maior de clientes interessados em custo benefício.

Leia também: Veja o calendário de restituição do Imposto de Renda 2017

E-commerce: veja as dicas da especialista Vanda Dias, da Hope
shutterstock
E-commerce: veja as dicas da especialista Vanda Dias, da Hope


O que constata todo esse potencial é a perspectiva do e-commerce ter crescimento de 15% este ano no País segundo perspectiva da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), dado esse significativo frente à perspectiva da continuidade da crise econômica este ano.

Enquanto os benefícios aos consumidores são extensos, para os empresários é sempre um desafio tornar o canal rentável e cada vez mais atrativo para clientela exigente que temos no Brasil. Para ajudar os empreendedores a alavancar a operação online a gerente de e-commerce da marca Hope, Vanda Dias, deu cinco dicas exclusivas. Veja:

Você viu?

1-Otimize os mecanismos de buscas

O Google utiliza diversas diretrizes para determinar as posições nas páginas de resultados. Para fazer com que a sua empresa fique bem posicionada, é fundamental tornar o site amigável com conteúdo único, relevante e de qualidade para os usuários. Esses detalhes são essenciais para oferecer um resultado significativo no desempenho da busca orgânica. Tenha em mente o que é melhor para o visitante do seu site.

Leia também: Veja os cinco principais erros cometidos por empreendedores no mercado digital

2-Cuidados ao fazer um site

Procure seguir uma estrutura padrão recomendada para a navegação do seu site. Ela deve ser simples para que os visitantes consigam encontrar o que desejam. Tenha cuidado com as cores e imagens, e não se esqueça de oferecer atendimento para quem tem interesse. Esses pontos dão credibilidade. Adquira selos e certificados que comprovem a segurança.

3-Torne sua loja virtual atrativa

O layout deve ser adequado ao público-alvo. Como o e-commerce não tem vendedor utilize imagens de boa qualidade e em vários ângulos. Elas devem valorizar os produtos, ou serviços, e mostrar detalhes importantes. Outro ponto de atenção são as descrições que devem orientar de forma clara.

4-Escolha bem as palavras-chave 

Elas expressam o que as pessoas estão pesquisando em buscas como o Google. Para descobrir quais são os termos relacionados ao seu negócio, é necessário uma busca criteriosa, caso contrário não será atingindo o resultado esperado. 

5-Fique atento ao conteúdo

A informação é fundamental dentro da estratégia. Ele é responsável por gerar tráfego e atrair mais clientes com a indexação nos mecanismos de buscas, impactar no aumento das taxas de conversão, e engajamento dos usuários do e-commerce.

 Leia também: Tem um e-commerce? Confira quatro dicas para melhorar o frete do negócio

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários