Os consumidores devem ficar atentos em relação aos gastos com os insumos de Páscoa. Os tradicionais ovos de chocolates e demais artigos para a ceia do feriado estão bem mais caros e isso pode desordenar as finanças pessoais.

Leia também: Preços dos produtos mais consumidos na Páscoa subiram 0,36%, aponta FGV

Finanças pessoais em dia: Dicas ajudam a ter uma Páscoa farta sem entrar no vermelho
shutterstock
Finanças pessoais em dia: Dicas ajudam a ter uma Páscoa farta sem entrar no vermelho


"Nesta época, muitos agem por impulso e prejudicam as finanças pessoais ao longo de todo o ano. É preciso planejamento e consciência”, afirmou o presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos.

Para que o orçamento não saia do controle e o consumidor possa aproveitar o feriado da Páscoa tranquilamente, o especialista listou algumas medidas a serem tomadas neste período sazonal.

1- Compare sempre

O especialista explica que nessa época é bom comparar o valor da barra de chocolate e o preço do ovo da mesma marca. A mudança do formato e data sazonal pode fazer com que a variação de preços entre os produtos chegue a 400%.

2- Pense

Segundo o especialista, a compra por impulso pode levar ao comprometimento das finanças. Por conta disso a orientação é que o consumidor reflita sobre a real necessidade de se comprar o produto mais caro, perecível e que representa apenas a Páscoa, não sendo algo durável. “Caso a intenção seja comprar e presentar toda a família, procure ser consciente e buscar alternativas mais econômicas”.

3- Priorize

As datas sazonais trazem o ímpeto de presentear, porém é necessário verificar as condições financeiras para tal feito. Priorizar as pessoas mais próximas e que realmente gostam de ovos de Páscoa e chocolate pode tornar essa conta bem menos cara. “O acúmulo de chocolates pode gerar desperdício, não apenas de dinheiro, mas também de alimentos. Considere priorizar as crianças, que criam mais expectativas em relação à data”, disse Domingos.

4- Negocie

Se o consumidor tem a intenção de comprar ovos de Páscoa na data, uma dica importante é negociar o preço, em especial em lojas especializadas na venda desses itens sazonais. Domingos explica que pedir desconto para o pagamento à vista pode ser uma boa estratégia. Fazer pesquisa de preço em diversos pontos de venda, verificar formas de pagamento e as melhores condições de desconto são medidas importantes na hora de economizar.

Você viu?

Leia também: Inadimplência: Brasil tem 59,2 milhões de consumidores nesta situação

5- Substitua

Geralmente os produtos das grandes marcas costumam ser mais caros, então substituir por produtos caseiros pode ser uma alternativa mais econômica na data. “Muitas pessoas se dedicam à produção de chocolates caseiros na Páscoa, portanto aproveite a oportunidade para economizar e valorizar o trabalho de seus conhecidos”.

6- Simplifique

Já pensou em um presente coletivo, como por exemplo, uma cesta de chocolates? Pode ser uma medida que sairá bem mais em conta. Não é novidade para ninguém que chocolate é muito bom, mas em grandes quantidades pode ser um problema para saúde. “Lembre-se, o sentido da Páscoa é algo bem mais complexo e espiritual”, enfatizou o especialista em finanças pessoais.

7- Não tenha pressa

Deixar as compras para última hora pode gerar desconforto na hora e até levar a gastos exagerados, explicou o especialista. O ideal é ter paciência, mesmo que tenha que enfrentar supermercados lotados.

8- Seja consciente

Se o almoço de Páscoa será em família, procure ter confirmado quantos vão estar presentes e evitar o desperdício que pode representar jogar dinheiro fora.

9- Saiba onde comprar

Para economizar, em especial nos itens frescos, procure fazer a compra em feiras livres, tradicionais nos bairros. “Para comprar itens em grande quantidade, como carnes e bebidas, vá a mercados atacadistas e aproveite as promoções”.

10- Faça boas escolhas

Muitos acreditam que os itens importados têm melhor qualidade, entretanto a indústria nacional conta com uma vasta gama de itens de qualidade excelente, além de serem bem mais baratos, já que o dólar anda cotado sempre acima de R$ 3,00.

11- Compartilhe

Dividir as despesas também pode ser uma iniciativa econômica. Converse com os amigos e familiares e fale sobre o compartilhamento dos custos. Algo que pode facilitar essa divisão é cada um levar um prato para o almoço de Páscoa ou uma bebida, por exemplo.

12- Pague à vista

Evite pagar alimentos e bebidas no cartão de crédito e parcelar essas compras. Se organizar para economizar não significa que o feriado não será bom. O melhor de tudo é ter um belo almoço de Páscoa sem desorganizar as finanças pessoais.  

Leia também: Veja onde declarar o Imposto de Renda gratuitamente em São Paulo

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários