Brasil Econômico

Brasil Econômico

Um novo golpe cibernético aplicado por meio da plataforma de mensagens WhatsApp já vitimou 300 mil brasileiros, segundo informaçãoes apuradas pela companhia de segurança digital PSafe. A falsa promoção prometia aos usuários um ovo de páscoa da marca Kopenhagen de graça.

Leia também: Problemas com boleto bancário? Veja como não cair em golpes

undefined
Reprodução
Golpe através do WhatsApp fez 300 mil vítimas em um dia

A mensagem viralizou no aplicativo, principalmente através dos grupos. As vítimas foram orientadas a responder um questionário. As perguntas eram relacionadas com a marca Kopenhagen e com o mercado de chocolates e ovos de páscoa, tornando o golpe mais crível.  Depois disso, as pessoas deveriam compartilhar a "promoção" com 10 contatos no WhatsApp .

Após esse processo, que ainda é inofensivo ao usuário, quando o botão de "resgate" é clicado, as vítimas são levadas para sites maliciosos e podem acabar instalando aplicativos que roubam dados pessoais do celular ou até mesmo vírus no aparelho.

Segundo a startup brasileira PSafe, que trabalha com segurança digital, 300 mil pessoas foram afetadas pelo golpe do ovo de páscoa em apenas um dia. “Essa falsa campanha apresentou uma rápida curva de crescimento nas últimas 24 horas, o que nos leva a crer que os cibercriminosos estão fazendo sua divulgação por meio de propagandas incentivadas em outras plataformas além do aplicativo de mensagens instantâneas”, comentou Emilio Simoni, gerente da PSafe, por meio de nota.

Leia também: Saiba escapar de 5 golpes mais comuns na hora trocar de carro 

A Kopenhagen também se manifestou, através de postagens em redes sociais, esclarecendo que não está fazendo nenhuma promoção e orientando os usuários a não clicar no link.

undefined
Reprodução
Kopenhaguen orientou os usuários a não clicarem em link malicioso




Brasil é alvo fácil

O Brasil é um dos países onde mais se aplicam esse e outros tipos de golpes online. Segundo uma pesquisa divulgada pelo site Mashable, referência em mídias sociais,  em 2012, 76% dos usuários de internet no Brasil foram vítimas de algum crime cibernético. O País tem a segunda pior média mundial ao lado da Índia. Apenas a China, com 83% de usuários afetados, tem números piores.

Em casos de qualquer link suspeito, a orientação dos profissionais é nunca clicar e sempre se manter alerta, mesmo que ele tenha sido enviado por um conhecido. No caso de promoções, o usuário deve acessar o site oficial ou entrar em contato com a empresa para verificar a veracidade das informações

Outros casos

Nos últimos meses, dois casos semelhantes ao golpe do ovo de páscoa chamaram atenção: o primeiro, convidava os usuários para testar uma "nova função" do WhatsApp, que permitiria visualizar as pessoas que adicionaram seu número recentemente. O link levava para a instalação de aplicativos maliciosos. Segundo a PSafe, esse golpe fez 260 mil vítimas.

Outro caso prometia um vale-presente no valor de R$ 500 nas lojas da marca O Boticário e seguia os mesmos moldes do caso Kopenhagen, com direito à pesquisa e necessidade de compartilhamento. O resultado também era o mesmo, com o botão "resgate" levando os usuários para sites e aplicativos que roubam dados. Segundo a PSafe, mais de 70 mil pessoas caíram na farsa através do WhatsApp.

Leia também: WhatsApp pretende disponibilizar pagamentos pela plataforma

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários