Brasil Econômico

A produção de petróleo em campos nacionais em fevereiro apresentou crescimento de 14,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo dados divulgados nesta segunda-feira (3) pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP), a produção subiu para 2,676 milhões de barris por dia no segundo mês de 2017. No entanto, quando a comparação é feita com janeiro, o resultado é 0,4% menor.  

Leia também: Cartão de crédito: nova regra ajuda consumidor economizar com juro menor

Na comparação com fevereiro do ano passado, a produção de gás natural cresceu 9,2%, atingindo 106,6 milhões de metros cúbicos por dia. Em relação a janeiro, porém, houve queda de 3%, segundo a ANP . A produção total de  petróleo e gás natural no Brasil alcançou média diária de, aproximadamente, 3,346 milhões de barris de óleo equivalente, o padrão de medida equivalente à energia liberada pela queima de um barril de petróleo bruto.

Produção de petróleo e gás natural em campos do pré-sal caiu 3,3% em fevereiro, segundo dados da ANP
Agência Petrobras
Produção de petróleo e gás natural em campos do pré-sal caiu 3,3% em fevereiro, segundo dados da ANP

Leia também: Banco Central: Mercado espera que taxa de juros caia para 8,75% até o fim do ano

Você viu?

A alta da produção foi proprocionada, principalmente, por conta de campos localizados na área do pré-sal, que responderam por, aproximadamente, de 1,535 milhão de barris de óleo equivalente por dia. Deste total, os 74 poços produtores da região produziram cerca de 1,233 milhão de barris de petróleo, enquanto a produção de gás natural totalizou 48 milhões de metros cúbicos.

Embora tenha respondidod por 46% do total, a produção de petróleo do País terminou o mês de fevereiro 3,3% menor. No período, o País aproveitou 96,3% do gás natural produzido, queimando 4 milhões de metros cúbicos por dia. O volume representa uma queda de 16% em quando comparado ao mesmo mês do ano passado e de 16% em relação a janeiro.

Campos produtores

Os dados indicam que o campo da Lula, no pré-sal da Bacia de Santos, foi o principal produtor em fevereiro, com média de 690,7 mil barris por dia de petróleo e 30,1 milhões de metros cúbicos de gás natural. Os 821 campos marítimos em atividade produziram 95% do petróleo e 82% do gás natrual.

Leia também: Lei da terceirização deve gerar mais ações na Justiça, dizem especialistas

Petrobras  é a operadora em 94% dos 8.476 poços em atividade no País – dos quais 7.655 são terrestres. Segundo a ANP, a FPSO (sigla em inglies para Plataforma de Perfuração e Produção, Armazenamento e Transferência) Cidade de Itaguaí, que atua no Campo de Lula, foi a de maior produção do País e extraiu 190,1 mil barris de óleo equivalente em seus seis poços.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários