Tamanho do texto

Desenvolvida pela Neomove, ferramenta Atlas ajuda na análise de dados capazes de identificar o comportamento de compra de clientes; veja

O e-commerce brasileiro tem mostrado resiliência frente à crise econômica, mas por ser composto por um número grande de operação de pequeno e médio porte, ainda sofre com a demora na profissionalização do setor.  Outro ponto a ser ressaltado e que dificulta o desenvolvimento do setor é a dificuldade das PMEs de ampliar as vendas e usar os dispositivos tecnológicos disponíveis no mercado atualmente.

Leia também: Saiba como usar cada rede social para alavancar as vendas

Ferramenta Atlas ajuda e-commerce a alavancar as vendas
Divulgação
Ferramenta Atlas ajuda e-commerce a alavancar as vendas


As “desculpas” são diversas e vão desde a falta de dinheiro para o investimento em tecnologias até a falta de tempo dos gestores de analisar os dados em sua operação de e-commerce . Se a questão é a falta de recursos, isso deixou de ser um problema. Atualmente o mercado online conta com algumas ferramentas gratuitas de análises de dados e entre elas está a  Atlas.

Desenvolvida pela empresa Neomove, especializa em Business Intelligence ao mercado online, a Atlas é gratuita e de fácil interpretação aos empresários, conforme explicou o empresário por trás da Neomove, Weverton Guedes. “Identificamos uma demanda grande de empresas que atuam no e-commerce, mas que não têm acesso a dados analíticos de sua operação”, disse ele em entrevista ao Brasil Econômico.

Com o intuito, ou missão como o empresário afirma, a ferramenta de analise de dados gratuita Atlas ajuda os empresários de menor porte a interpretar o hábito de consumo de seu cliente, fluxo do site e demais dados capazes de direcionar as estratégias para que a loja virtual tenha crescimento de vendas. “O País conta com cerca de 450 mil lojas virtuais. Desses 80% são compostas de empresas pequenas que não vendem mais de 10 produtos ao mês. Com a Atlas oferecemos dados que podem ser transformados em ações que vão ampliar as vendas dessas operações”, explicou Guedes.

Muitos costumam se basear apenas nos dados que a própria plataforma (loja virtual) disponibiliza ou mesmo em recursos como os do Google Analytics. Porém, por serem informações que constam em canais diferentes, não estando integrado, ter um dado real sobre o comportamento das vendas do e-commerce torna-se mais difícil. “Com a Atlas, todos os dados podem ser analisados em um único só lugar, tornando o entendimento do comportamento do consumidor mais preciso”, disse ao que completou: “Ele ganha agilidade na interpretação desses dados, além da consultoria em relação a esses dados”.

Estratégia de venda

 Segundo Guedes, com esses dados os empresários conseguem criar estratégias mais assertivas quanto às políticas promocionais, de cuponagem e demais estratégias relativas às vendas. A inciativa, independente do modelo de negócios da Neomove, já atende 300 empresas de pequeno e médio porte. Até o final do ano a Atlas pretende prestar consultoria a mais de 3.000 lojas virtuais em todo o País.

Mais do que fornecer as PMEs ferramenta de análise de dados, Guedes enfatizou que é necessário educar esses empresários para o uso da tecnologia. “Mais do que dar acesso à ferramenta, estamos trabalhando para educar esses empresários. Em breve vamos disponibilizar treinamentos por vídeos, e-books e muito mais para auxiliar o e-commerce brasileiro a entender business intelligence e a usufruir disso para acelerar seu crescimento”, disse o empresário.

Leia também: Saiba como aumentar a taxa de recompra em lojas online

Dentre os clientes já atendidos está a operação virtual da Copel Colchões. Segundo o responsável pela operação online da varejista, Allison Rabelo Kayo, com a ferramenta a operação conseguiu ganhar agilidade e melhorar a performance de vendas.

A opinião é compartilhada pelo empresário responsável pela loja virtual Compre de Boa, André Michels. “Os dashboards do Atlas trazem uma visão completa para gestão das vendas em nosso site, aliada ao empenho da equipe de desenvolvimento no aprimoramento constante, torna a gestão de KPIs mais dinâmica", disse.

No futuro

Como já mencionado a ferramenta é gratuita e sempre será. Porém, em breve novas funcionalidades serão inseridas e o acesso a essas novidades estará condicionado ao pagamento de uma mensalidade. “A nossa projeção é que a Atlas venha a representar 30% do faturamento da Neomove”.

Guedes afirmou ao Brasil Econômico ainda que novos recursos serão disponibilizados para que a plataforma de analise de dados seja mais robusta e ajude as empresas a alavancarem as vendas. “Em breve teremos na plataforma o comparativo de resultados entre diferentes marketplaces, painel de definição de metas, projeção de vendas, benchmark de mercado, identificação de oportunidades de redução de custos, identificação de oportunidades de otimização de investimentos em marketing, dentre outros recursos para o e-commerce”, concluiu o executivo, Weverton Guedes.

Saiba mais sobre esta ferramenta acessando o site: www.neoatlas.com.br

    Leia tudo sobre: Empreendedorismo