Tamanho do texto

Outra revelação do Tesouro Nacional diz que maior parte das aplicações realizadas são a médio prazo, com o período entre cinco e 10 anos; veja

Brasil Econômico

Nesta segunda-feira (27) o Tesouro Nacional, em Brasília, divulgou que os investimentos no Tesouro Direto chegaram a R$ 42,9 bilhões em fevereiro, o que significa um recorde.

Leia também: Bovespa anuncia projetos escolhidos para o 'Bolsa de Valores Socioambientais'

Maior parcela dos investimentos no Tesouro Direto são de até R$ 5 mil
iStock
Maior parcela dos investimentos no Tesouro Direto são de até R$ 5 mil

De acordo com o balanço, a alta no mês apurado em relação a janeiro foi de 3%, quando o registro era de R$ 41,7 bilhões. Já em fevereiro de 2016, o valor total dos investimentos no Tesouro Direto era de R$ 28 bilhões, o que representa no período de um ano uma variação de 53,2%.

Ainda segundo o Tesouro Nacional, as aplicações somaram R$ 1,78 bilhão, enquanto que os resgates totalizaram R$ 900,6 milhões. Vale ressaltar que R$ 777 milhões são referentes às recompras realizadas em fevereiro, e R$ 123,6 milhões fazem parte dos vencimentos ocorridos no mesmo período.

Leia também: Analistas reduzem pela terceira vez consecutiva estimativa da inflação para 2017

Operações

O órgão também apurou que somente em fevereiro de 2017, cerca de 184 mil operações foram realizadas, e que o valor médio investido pelo cidadão foi de R$ 9.667,61.

A maior parcela dos investimentos – 73,9% – ocorreu no valor de até R$ 5 mil, o que revela que são os pequenos investidores que mais utilizam o programa. O índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais – foram os títulos mais demandados, uma vez que totalizou 50,3% das aplicações.

Já os títulos indexados à taxa Selic equivaleram a 26,5% do total, enquanto que os prefixados ocuparam 23,3%.

Prazo

A maior parte das aplicações realizadas diz respeito aos títulos com prazo entre cinco e 10 anos, com o total de 56,2%. Logo em seguida vem as com prazo entre um e cinco anos e longo prazo – acima dos 10 anos – com percentuais respectivos de, 22,3% e 21,4%.

Investidores ativos

O Tesouro Nacional também apurou que houve alta de 18.538 investidores ativos no mês de fevereiro. Somada a esta parcela, o programa já alcançou 441.969 investidores, com variação de 69% nos últimos 12 meses.

No acréscimo mensal, a alta foi de 50.478, o que totalizou 1.249.281 participantes inscritos no Tesouro Direto. De acordo com o balanço, o número representa variação positiva de 85% no último ano.

Leia também: Cartel aumentou preço do sal no Brasil em 20% durante 30 anos, afirma Cade

*Com informações da Agência Brasil