Tamanho do texto

A expectativa divulgada pelo Banco Central por meio do Boletim Focus passou de 4,15% para 4,12%. Projeção do PIB também teve queda; veja

Banco Central: Economistas projetam inflação abaixo da meta de 4,5% e PIB enxuto de 0,47% este ano
shutterstock
Banco Central: Economistas projetam inflação abaixo da meta de 4,5% e PIB enxuto de 0,47% este ano


O Boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (27) pelo Banco Central, apontou que o mercado financeiro projeta a inflação – medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – deste ano abaixo da meta estipulada pelo governo de 4,5%. Os analistas ouvidos pelo Banco Central reduziram a projeção de 4,15% para 4,12%. Essa foi a terceira redução consecutiva do indicador pelos analistas consultados pelo BC.

Leia também: Reforma da Previdência é necessária para reduzir juros, defende presidente do BC

Para o próximo ano, a projeção é que a inflação fique dentro da meta de 4,5% estipulada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Vale ressaltar que meta da inflação tem limite inferior de 3% e superior de 6%, informou o Banco Central na manhã desta segunda-feira (26).  

A queda significativa da inflação, caso se confirme, ajudará a equipe econômica do governo fazer reduções maiores na taxa básica de juros, a Selic. Atualmente ela está em 12,25% ao ano. Os economistas consultados pelo BC estimam que a taxa de juros feche 2017em 9% ao ano. A projeção para 2018 também é de queda, com perspectiva de Selic em 8,50% ao ano.

Crescimento econômico

Em contrapartida as perspectivas positivas dos indicadores da inflação e Selic, o mercado financeiro tem mostrado pessimismo em relação ao crescimento econômico do País este ano. Os analistas consultados pelo BC reduziram mais uma vez a projeção do Produto Interno Bruto (PIB), tendo sido ajustada de 0,48% para 0,47%. Só em 2018 os economistas das instituições financeiras consultadas veem recuperação da economia brasileira. No próximo ano a projeção o PIB é de crescimento de 2,5%.

Leia também: Orçamento poderá ter corte de R$ 58,2 bilhões e governo estuda aumentar impostos

Não foram apenas os economistas que reviram a projeção para o crescimento econômico. Na semana passada, o Ministério da Fazenda reviu a projeção de crescimento do PIB para baixo, a passar de 1% para 0,5%.

Outros indicadores

O Boletim Focus também faz projeções em relação à taxa de câmbio do dólar e sobre a balança comercial brasileiro. Os analistas financeiros estimam que a moeda norte-americana feche 2017 em R$ 3,28. No Boletim da semana passada a estimativa era de R$ 3,29. Para 2018 a projeção não foi alterada, sendo que a cotação estimada é de R$ 3,40.

A projeção do relatório Focus para o resultado da balança comercial 2017 subiu de US$ 48,1 bilhões para US$ 49,5 bilhões de resultado positivo. Para o próximo ano, a estimativa dos especialistas do mercado para o superávit avançou em US$ 40 bilhões para US$ 41,2 bilhões, informou o Banco Central.

Leia também: Governo reduz pela metade projeção de crescimento da economia em 2017