Tamanho do texto

De acordo com o balanço elaborado pela Serasa Experian, em São Paulo o número de empresas inadimplentes subiu 48% em menos de um ano

Brasil Econômico

A Serasa Experian realizou um estudo onde foi revela que há no País 4,9 milhões de empresas em situação de inadimplência, o que é um recorde.

Leia também: Prévia da inflação oficial tem menor taxa desde 2009, informou o IBGE

De acordo com os economistas da entidade, o que causou o atual cenário de inadimplência empresarial  foi a retração das vendas e no ritmo de produção
shutterstock
De acordo com os economistas da entidade, o que causou o atual cenário de inadimplência empresarial foi a retração das vendas e no ritmo de produção

Para ter uma ideia de como o quadro é problemático, a entidade constatou que houve aumento de 48% da inadimplência das empresas paulistanas em menos de um ano. Em março de 2016, o total era de 396 mil negócios nesta condição, enquanto que em fevereiro de 2017, o valor registrado foi de 589 mil.

Razões                                                                                              

De acordo com os economistas da entidade, o que causou o atual cenário foi a retração das vendas e no ritmo de produção – consequência da intensa recessão econômica vivida no País, o que debilitou o fluxo da receita das empresas.

As dificuldades de obtenção de crédito, que se mantém caro e escasso, também são a razão da inadimplência. Uma vez que o empecilho prejudica a gestão financeira dos negócios.

Leia também: Meirelles defende terceirização e diz que projeto vai facilitar contratações

O encontro

A identificação da adversidade motivou a entidade a organizar um feirão - Encontro Serasa Recupera PJ - presencial para as empresas limparem o nome na cidade de São Paulo.

No evento estarão os credores dos segmentos das indústrias, financeiro e atacadistas, como o Banco Itaú Unibanco, Banco Santander e Recovery e Omni Soluções Financeiras, entre outros.

Se você tem interesse em comparecer ao evento, o endereço é: Rua Antônio Carlos, 434 – Cerqueira César. E estará aberto até às 18h desta quarta-feira (22).

Para a renegociação pessoal da inadimplência é necessário que o sócio, acionista ou proprietário da empresa leve: identificação pessoal com foto da pessoa física (original ou cópia), CPF e documento que comprove o vínculo com a empresa em questão, que pode ser uma cópia simples do Contrato Social, Alteração Social, Estatuto, Ata de Eleição da Diretoria, Requerimento de Empresário Individual e a Inscrição do CNPJ. Para saber mais acesse o link.

Fora de SP

Para quem está fora da cidade de São Paulo, a Serasa Experian também oferece ajuda para renegociação das empresas em situação de inadimplência por meio do “Encontro Online Serasa Recupera PJ”. E para consultar os 260 credores, basta acessar e preencher o cadastro aqui.

Leia também: Desembolsos do BNDES  no 1º bimestre é 16% inferior ao do igual período de 2016