Brasil Econômico

Brasil Econômico

undefined
iStock
Cerca de 51,68% das críticas em relação aos serviços da Anatel foram sobre a cobrança do serviço móvel pessoal pós-pago

As reclamações dos consumidores em relação às prestações de serviços de telefonia e internet de empresas reguladas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) caíram cerca de 18% no mês de fevereiro, de acordo com registros nos canais de atendimento da entidade, como por exemplo, call centers e internet, na comparação com o mês anterior.

Leia também: Apenas banda larga fixa obteve crescimento de assinaturas no País, aponta Anatel

Em fevereiro, a Anatel totalizou 270 mil reclamações, sendo o carnaval, um dos principais contribuintes para o resultado inferior. Se comparada a taxa obtida no mesmo mês do ano passado, o resultado é 22% menor.  

De acordo com os usuários, o maior empecilho foi a cobrança do serviço móvel pessoal pós-pago, que deteve 51,68% das críticas negativas. Em seguida ficaram reclamações referentes a qualidade, funcionamento e reparo móvel, cobrança de TV por assinatura e cobrança de telefonia fixa, com 48,48%, 44,63% e 37,02%, respectivamente.

Serviços

Com 33,94% do total, a modalidade de serviços mais reclamada foi a de telefonia móvel pós-paga, com 91.172 queixas. Na sequência, serviços de telefonia fixa foi a mais criticada, com 63.219 reclamações ou 23,53%. Serviços de banda larga fixa recebeu 42.075 reclamações, com 15,66%, assim como telefonia móvel pré-paga, com 37.503 ou 13,96% e TV por assinatura, com 34.656 queixas ou 12,90% do total.

A Oi foi a empresa mais reclamada em fevereiro, com 74.905 queixas. Seguida da Vivo, com 68.135 reclamações, TIM com 42.839, Claro, com 33.670, NET com 24.469 e Sky, com 13.070 reclamações. Nextel, Algar e Sercomtel também registraram grandes números de críticas, com 8.645, 775 e 67 queixas.

Em relação à TV por assinatura, a Agência recebeu 2.144 queixas contra a Sky e cerca de 11.045 quanto a NET.

Leia também: Aplicativo auxilia consumidor a ter crédito com taxas mais atrativas

Vale ressaltar que a Oi tem apresentado melhora em seus registros. Em fevereiro, por exemplo, a entidade deteve 34.874 reclamações quanto à telefonia fixa da operadora, queda de 13,5% se comparado a janeiro de 2017 e 39% em relação a fevereiro do ano passado.

Reclamações

Para efetuar sua reclamação, o cliente pode ligar para 1331, central de atendimento telefônico da Agência que funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 20h. Pessoas com deficiência auditiva ou de fala devem ligar para 1332 de qualquer telefone adaptado.

Outro serviço de atendimento é o aplicativo "Anatel Consumidor", disponível para iOS, Android, iPhone e Windows Phone, que possibilita o registro e acompanhamento da demanda por meio de celulares e tablets. O usuário também pode utilizar o "fale conosco" no próprio site da entidade,  tal como a “sala do cidadão”, meio presencial de registrar e resolver o seu problema.

Leia também: Oi quer pagar R$ 11 bilhões da dívida com Anatel por meio de investimentos

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários