Tamanho do texto

Ao que tudo indica adolescente teria sido agredido por seguranças da rede de franquia Habib's e morrido após mal súbito; caso está sendo investigado

Habib's diz estar apurando caso de adolescente que morreu em loja na zona norte de São Paulo
Divulgação
Habib's diz estar apurando caso de adolescente que morreu em loja na zona norte de São Paulo


Um caso envolvendo a truculência de seguranças chocou São Paulo durante o final de semana de carnaval. Informações preliminares apontam que um adolescente de 13 anos foi agredido pelos profissionais da unidade do Habib’s da Avenida Itaberaba, na Vila Nova Cachoeirinha, zona norte de São Paulo.  Com a confusão o menino teria sofrido um mal subido o que resultou em sua morte na noite de domingo (27).

Leia também: Imposto de Renda 2017: especialista lista as mudanças deste ano

Familiares da vítima – João Victor Souza de Carvalho –  protestaram em frente à unidade do Habib’s e pediram justiça pela morte do adolescente, que segundo eles foi violentamente repreendido por estar no local pedindo dinheiro aos clientes da rede. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, a Polícia Militar foi acionada por volta das 19h do domingo (27) para atender uma ocorrência de agressão. Ao chegar ao local o garoto estava sendo atendido pelo SAMU, pois, segundo relatos de testemunhas, após toda a confusão ele saiu correndo da loja caindo logo após no meio da rua.

O Boletim de Ocorrência registrado no 13º Distrito Policial da Casa Verde, na Zona Norte, testemunhas – no caso gerente e administrador da unidade – afirmaram que o garoto pedia comida aos clientes quando em determinado momento começou a apresentar “comportamento alterado” e que em determinados momentos o adolescente chegou a ameaçar clientes e até quebrar as janelas do restaurante.

Nessa hora os seguranças interviram e que o garoto simplesmente desmaiou desacordado. O SAMU foi acionado para fazer o resgaste, porém o adolescente teve uma parada cardíaca enquanto era encaminhado para o pronto-socorro do hospital Mandaqui, na zona norte.

Por meio de nota,  a assessoria de imprensa da rede de fast-food informou que o incidente foi uma “lamentável ocorrência” e que está apurando os fatos.  O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de São Paulo.

Leia também: Selo verde: Conheça um pouco mais sobre o mercado infantil sustentável

Veja o comunicado da rede Habib’s  à imprensa na integra:

“A Rede informa que continua apurando os fatos da lamentável ocorrência em uma de suas unidades franqueadas. A franqueadora leva em consideração as informações relatadas pelos funcionários da unidade franqueada, presentes no momento da ocorrência, bem como os relatos registrados em Boletim de Ocorrência (B.O).

A polícia foi acionada assim que verificaram que a conduta do menor estava incontrolável, ameaçando o patrimônio físico da loja e dos clientes.

Diante do estado do jovem, imediatamente, também o resgate foi acionado. E todas as orientações, por ele passadas, foram seguidas para garantir o devido socorro ao jovem, que, infelizmente, veio a falecer a caminho do hospital.

A Rede esclarece, ainda, que vai cooperar com as investigações, se empenhando  em esclarecer todos os detalhes do ocorrido com prioridade”.

 Leia também: Lírio Parisotto: “Investir sem informação é pecado capital”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.