Tamanho do texto

Segundo levantamento, cerca de sete milhões de trabalhadores não tiveram depósitos em contas ativas e inativas; dívida ativa chega a R$ 24,5 bilhões

Brasil Econômico

Cerca de 7 milhões de trabalhadores não tiveram depósitos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), incluindo contas ativas e inativas, feitos corretamente pelos seus empregadores. Segundo informações da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), órgão vinculado ao Ministério da Fazenda, são 198,7 mil empresas devedores de depósitos de FGTS.

LEIA MAIS: Dúvidas sobre o FGTS? Caixa Econômica funcionará em quatro sábados até julho

Com isso, muitos trabalhadores poderão ter problemas se quiserem realizar saques em uma conta inativa do  FGTS . Apenas em São Paulo, são 52,8 mil empresas devendo o fundo de garantia aos empregados e ex-empregados, com um total de R$ 8,69 bilhões em débitos. No Rio de Janeiro, as dívidas chegam a R$ 4,1 bilhões, distribuídos entre 27,7 mil empresas inadimplentes.

Saque de contas inativas do FGTS pode ser feito em agências da Caixa Econômica Federal
Divulgação
Saque de contas inativas do FGTS pode ser feito em agências da Caixa Econômica Federal

LEIA MAIS: Transferência de contas inativas do FGTS para outros bancos será feita sem taxas

De acordo com o levantamento, somente em inscrições de empresas na dívida ativa existe um débito de R$ 24,5 bilhões. No entanto, nem todas as empresas listadas entre as devedoras estão inscritas na dívida ativa,  ou seja, o valor do débito é maior do que o registrado. Isso acontece porque uma empresa só é inscrita na dívida ativa quando não fizer acordo com o Ministério do Trabalho ou fizer acordo, mas não cumpri-lo.

O rombo nas contas dos trabalhadores poderia ser ainda maior. Entre 2013 e 2016, a procuradoria conseguiu recuperar R$ 466,9 milhões, efetuando a cobrança junto às empresas. Caso verifique que a empresa para a qual trabalha ou trabalhou não fez os depósitos corretamente, o trabalhador deve procurar a própria empresa. Outra dica é ir a uma Superintendência Regional do Trabalho vinculada ao Ministério do Trabalho. O ministério é o orgão responsável por fiscalizar os depósitos nas contas do FGTS dos trabalhadores.

LEIA MAIS: Veja se tem direito e como sacar o valor inativo na Caixa Econômica

Contas inativas

Para saber se você tem algum valor em contas inativas do FGTS , acesse o site criado pela Caixa Econômica Federal ou ligue para o telefone 0800 726 2017. Nos dois canais é possível verificar se tem direito ao saque, o valor a ser retirado e a data em que o recurso será disponibilizado. O trabalhador deve informar o número de inscrição do PIS e CPF (Cadastro de Pessoa Física). O calendário vai até julho deste ano e está condicionado ao mês de nascimento.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.