Tamanho do texto

As startups crescem mais a cada dia no Brasil e alguns modelos de negócios serão tendência nos próximos anos; saiba quais são e confira exemplos

Serviços de transporte em que o usuário solicita um carro por meio de aplicativo abrangem o modelo de negócios O2O
Shutterstock
Serviços de transporte em que o usuário solicita um carro por meio de aplicativo abrangem o modelo de negócios O2O

A quantidade de startups inaguradas no Brasil cresce cada vez mais. Entre elas, alguns modelos de negócios vêm conquistando maior destaque e serão tendência nos próximos anos, aumentando as chances de bons resultados para quem aposta nelas.

LEIA MAIS: Conheça as cinco principais razões que fazem um negócio dar errado

Um estudo feito pela Associação Brasileira de Startups (ABStartups) aponta quais são estes modelos de negócios . Conheça alguns deles e veja alguns exemplos de empresas que estão trabalhando no setor: 

1) O2O

O modelo O2O se beneficia de canais online para entregar produtos e serviços offline. Como exemplo, podem ser citadas todas as empresas que oferecem serviços de transporte em que os carros são solicitados por meio de aplicativos.

2) Parcerias

Unir a força de duas empresas diferentes também pode ser um modelo interessante para os próximos anos. Como exemplo, é possível citar a parceria entre o Rapiddo – companhia de delivery on demand – e a Modern Logistics, empresa de logística integrada. A união do trabalho vai permitir combinar a frota de entregadores em nuvem do Rapiddo com a infraestrutura multimodal da Modern, oferecendo uma solução de impacto para o setor. 

LEIA MAIS: Confira cinco passos para garantir uma vaga ao prestar um concurso público

3) Fintechs

O setor de contabilidade é muito tradicional, mas passa por uma revolução operacional. A empresa curitibana Contabilizei, por exemplo, cresce em ritmo elevado oferecendo um serviço inovador que funciona na nuvem. O sistema desenvolvido pela companhia unifica praticidade e eficiência ao micro e pequeno empreendedor dos setores de serviços e comércio na hora de resolver pendências contábeis das mais diversas, como emissão de nota fiscal eletrônica, controle de resultados e guias on-line de impostos.

4) Saúde e nutrição

A grande quantidade de pessoas interessadas em cuidar cada vez mais de sua saúde faz com que esta área seja boa para o trabalho das startups. O Farmácias APP, lançado neste ano, permite que o usuário pesquise por um produto farmacêutico de alguma das redes parceiras e conclua a compra diratamente pela plataforma, por exemplo. Com este trabalho, a projeção é de que a meta de 1 milhão de usuários seja batida até o fim de 2017.

LEIA MAIS: Veja cinco cursos online da BM&F Bovespa para quem quer aprender a investir

5) Sustentabilidade

As empresas que se preocupam com a sustentabilidade também têm um modelo de negócios propício para os próximos anos. A Zazcar, uma das empresas mais populares no setor do carsharing, por exemplo, é uma startup que, por meio de seu trabalho, pode ajudar a diminuir a emissão de gases danosos à atmosfera. A companhia permite que o usuário alugue um carro pagando por hora e quilômetros percorridos, sem limitação de horas de uso, com todo o processo feito pelo aplicativo.