Tamanho do texto

Escolha por este modelo ao invés do B2C é vista como uma possibilidade de expansão dos lucros e também de geração de conhecimento da sua marca

Estabelecer uma relação de confiança com o cliente é essencial para obter sucesso no modelo B2B
iStock
Estabelecer uma relação de confiança com o cliente é essencial para obter sucesso no modelo B2B

Antes de iniciar a gestão de um negócio, o empresário precisa decidir se vai trabalhar no modelo B2C ou B2B. Os que escolhem a primeira modalidade vendem os produtos somente para o consumidor final, enquanto aqueles que preferem a segunda opção fazem a venda direta entre empresas. Anatureza dessa operação pode ser revenda, transformação ou consumo.

LEIA MAIS: Confira três dicas para se tornar um profissional mais eficiente

A escolha pelo modelo B2B é vista como uma possibilidade de expansão dos lucros, geração de conhecimento da sua marca e, no caso de alguns empreendimentos, a única forma de comercialização pelo negócio em si. As estratégias adotadas para adentrar ao modelo de operação difere do B2C em alguns elementos, o que exige muita atenção do empreendedor.

Buscando ajudar os empreendedores que desejam apostar no segmento B2B, Felipe Prado, diretor de comunicação da Sterilair, e Lívia Mangini, CEO da Magnólia Comunicação, listaram sete dicas para a sua empresa faturar alto no modelo:

1) Ciclo de venda

Procure adequar o fluxo de caixa, pois o tempo para empresa-cliente mudar ou contratar um fornecedor é razoável. Logo, é necessário prever a receita estudando a empresa para qual você pretende vender o seu produto ou serviço. Além disso, compreenda a concorrência em que está inserido e se a probabilidade da sua empresa ser a felizarda com as estratégias adotadas.

LEIA MAIS: Saiba quais os benefícios das cooperativas de crédito para empréstimos

2) Atenção à “saúde” da empresa

É indispensável checar faturamento, pendências financeiras, quantidade de funcionários e se o processo está completamente alinhado antes de optar pela venda direta para outras empresas. Todos esses tópicos são necessários para garantir a qualidade do produto ou serviço entregue a um cliente grande e, geralmente, exigente. Isso servirá para não se prejudicar e colocar a sua marca em uma notoriedade negativa.

3) Saiba o que você quer

Para algumas empresas o objetivo de usar o B2B é ampliar a cartela de clientes, enquanto outras companhias querem uma demanda maior da base de clientes existente. O importante é que sua empresa ter um plano de curto, médio e longo prazo da estratégia e saiba exatamente o que deseja alcançar com modelo.

4) Menos burocracia

O consumidor não gosta de entraves para finalizar uma compra. Esse processo não seria diferente para a venda de produtos ou serviços a uma empresa. Um negócio envolve pessoas, estoque, lucro e satisfação dos clientes. Quanto menos burocracia, facilidade para compra e controle da demanda, mais satisfeita será a empresa que te contratou como fornecedor. Facilite e desburocratize.

LEIA MAIS: Saiba o que fazer para evitar problemas ao abrir uma franquia

5) Estabeleça confiança

É possível que o consumidor final mude de opinião sobre qual produto comprar. As empresas, no entanto, costumam ter mais estabilidade e recorrência na compra, com volume superior. Por isso isso, estabelecer uma relação de confiança como fornecedor e buscar a inovação são duas tarefas que qualquer empresa que queira trabalhar no B2B deve cumprir.