Tamanho do texto

Já no comparativo com o mês de janeiro de 2016 o resultado foi de queda de 8,9% no segmento. Para fevereiro entidade espera retomada das vendas

Balanço divulgado pela Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Construção (Abramat) sinaliza uma leve recuperação no faturamento das indústrias na comparação entre o desempenho de dezembro e o de janeiro. A entidade apontou que em janeiro houve crescimento de 1,5% ao se comparar com o mês anterior.

LEIA MAIS: Aumento de ritmo nas indústrias gera crescimento de 2,3% em dezembro, diz IBGE

Perspectiva da Abramat é que o setor comece a se recuperar neste mês de fevereiro
Antonio Cruz/Agência Brasil
Perspectiva da Abramat é que o setor comece a se recuperar neste mês de fevereiro


Já no comparativo com o mês de janeiro de 2016 o resultado foi de queda de 8,9% no segmento. Mesmo com o recuo na comparação anual, a Abramat sinaliza que 2017 será um ano de estabilidade dos indicadores à indústria de material de construção.

Por meio de nota o presidente da entidade, Walter Cover, afirmou que o primeiro semestre ainda terá queda nas vendas, porém menos acentuadas que a vista no mesmo período do ano passado. “Prevemos um primeiro semestre com queda de vendas comparada a 2016, mas gradualmente apresentando quedas menos intensas. A redução das demissões na indústria é um bom sinal. Porém, somente a implementação de medidas de incentivo à demanda e ao credito, por meio de políticas públicas ao setor da construção, a efetivação das reformas estruturais, a redução de juros e a reversão do quadro de desemprego poderão modificar a tendência atual do mercado de materiais de construção”.

LEIA MAIS: GM prorroga regime de lay-off por mais dois meses em fábrica de São Paulo

Segmentos

O balanço apurou que no segmento de base e acabamento as vendas tiveram queda de 11,4% e 5,3%, respectivamente, ao se comparar janeiro de 2017 com igual período de 2016. Já em relação a dezembro de 2016 houve aumento das vendas de base na ordem de 0,7% e acabamento de 2,7% revela o estudo.

Para este mês a estimativa da entidade é de desempenho positivo ao setor. O Termômetro da Abramat sinalizou que a margem de vendas no mercado interno ao longo deste mês será de 18,5% – igual a janeiro. Os empresários do setor estão mais otimistas neste mês, sendo que 3,7% afirmaram que a situação atual é muito ruim e 14,8% disseram que ela é apenas ruim no momento.

Emprego

Ainda sobre o resultado de janeiro, a Abramat informou que a queda no número de vagas ao setor continua em queda. O estudo apontou retração de 7,5% ao se comparar com o mesmo período de 2016. Na comparação dezembro com janeiro, o recuo foi de 0,1%. 

LEIA MAIS: Abramat estima retração de 10% na indústria de material de construção

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.