Tamanho do texto

De acordo com a BM&F Bovespa, quantidade mínima para o lançamento de ofertas é de 25 contratos, com atuação nos três primeiros vencimentos

Brasil Econômico

contratos futuros de Petróleo (WTI) e Soja (SJC) são listados na BM&F Bovespa através de um acordo com o CME Group  e são cotados em dólar
shutterstock
contratos futuros de Petróleo (WTI) e Soja (SJC) são listados na BM&F Bovespa através de um acordo com o CME Group e são cotados em dólar

Começa nesta segunda-feira (6), a atuação diária e obrigatória da Usina Mogiana S/A, empresa escolhida para o 2º ciclo de atuação do Programa de Formador de Mercado para o contrato futuro de Etanol Hidratado (ETH). O Programa de Formador de Mercado da Bovespa tem como intuito assegurar referências de preço aos produtos listados na Bolsa, estimulando assim, a liquidez de negociação dos produtos. Já o contrato futuro de Etanol Hidratado, estima à negociação do etanol hidratado combustível em reais por metro cúbico - 30m³equivale a 30 mil litros - e de acordo com as especificações da Agência Nacional de Petróleo (ANP).

LEIA MAIS: Petróleo e gás natural batem recorde de produção no Brasil em dezembro

De acordo com a Bovespa , a quantidade mínima para o lançamento de ofertas é de 25 contratos, tendo o formador de mercado que atuar nos três primeiros vencimentos, respeitando o spread máximo de R$ 50, geralmente definidos a partir do intervalo entre as ofertas de compra e venda. É importante lembrar que até dezembro de 2017, o formador deverá adquirir o tempo de presença diária em pregão durante duas horas, nas últimas quatro de negociação. Com isso, a possibilidade de formar preços neste mercado será ampliada.

Contratos futuros

Em seu segundo ciclo de atuação, os contratos futuros de Boi Gordo, Milho, Petróleo e Soja também possuem formadores de mercado.

Boi Gordo

O contrato futuro de Boi Gordo (BGI) objetiva a negociação de bovinos machos com 16 arrobas líquidas ou mais de carcaça e com idade máxima de 42 meses.  É cotado em reais e tem o Itaú Unibanco AS e a JB S.A como instituições responsáveis pela atuação do contrato. Até abril de 2017, os formadores deverão atuar nos vencimentos de novembro e dezembro de 2017 e janeiro de 2018.

O segundo período de atuação vai de maio a novembro deste ano e engloba os vencimentos de maio e outubro de 2018. Em relação ao tempo, as instituições deverão ter 80% de presença diária em pregão e quantidade mínima de 25 contratos com spread máximo de 1,5%.

Milho

O contrato de Milho (CCM) tem como intuito a negociação de milho em grão a granel da última safra e é cotado em reais por saca de 60 quilos líquidos. O Itaú Unibanco S.A foi selecionado como formador de mercado para contrato e atuará até abril de 2017 nos vencimentos de janeiro e março de 2018.

O segundo período de atuação vai de maio a novembro de 2017, e abrange os vencimentos de maio e setembro de 2018. Durante estes períodos, a instituição também deve ter 80% de presença diária em pregão e quantidade mínima de 25 contratos para o lançamento de ofertas. O spread máximo de 2% deve ser respeitado.  

LEIA MAIS: Corretor fala sobre as carteiras de investimentos recomendadas na Bovespa

Petróleo

O contrato futuro de Petróleo (WTI) tem como objetivo negociar o preço de ajuste do minicontrato futuro de Petróleo Light Sweet Crude Oil (WTI), ajustado na New York Mercantile Exchange (Nymex) e pertencente ao CME Group. É importante ressaltar que cada contrato é equivalente a 10% do tamanho do contrato original, ou seja, 100 barris de petróleo. O WTI é cotado em dólar norte-americano e tem como instituições responsáveis pela atuação no contrato até dezembro de 2017,  o Itaú Unibanco S.A. e o Banco Modal S.A. Durante esse período, os formadores deverão ter 80% de presença diária em pregão nos dois primeiros vencimentos. A quantidade mínima é de 50 contratos, respeitando o spread máximo de 0,80%. 

Soja

O contrato futuro de Soja (SJC) abrange o preço de ajuste do minicontrato futuro de Soja (Mini-Sized Soybean Futures) e é negociado na Chicago Board of Trade (CBOT), bolsa do CME Group. Cada contrato futuro é cotado em dólar norte-americano por saca de 60 quilos líquidos e tem o Itaú Unibanco S.A. e o Banco Modal S.A. como instituições selecionadas para atuação no contrato até dezembro de 2017. Os formadores também deverão ter presença diária de 80% em pregão, quantidade mínima de 50 contratos e devem respeitar o spread máximo em dólares. Vale ressaltar que os contratos futuros de Petróleo (WTI) e Soja (SJC) são listados na BM&F Bovespa através de um acordo com o CME Group.

LEIA MAIS: Veja como investir no mercado financeiro e garantir sua aposentadoria

    Leia tudo sobre: Bovespa