Tamanho do texto

Saiba como utilizar rede social corporativa para facilitar o cotidiano na empresa e assegurar maior proatividade e comunicação da equipe

Brasil Econômico

Rede social corporativa pode ser alternativa para capacitação e tratamento de dados
iStock
Rede social corporativa pode ser alternativa para capacitação e tratamento de dados

Com a gestão colaborativa cada vez mais presente em empresas de diversas áreas, ser focado e encontrar equilíbrio nas relações e tomadas de decisões ficou ainda mais importante. Com isso, ferramentas como a rede social corporativa começam a ganhar espaço no ambiente empresarial a fim de auxiliar o cotidiano e integrar a equipe de forma organizada e dinâmica.

LEIA MAIS: Com crescimento de 52% em 2016, coworking se torna opção para reduzir custos

De forma geral, a rede social corporativa funciona como um Facebook da empresa, onde é possível gerar visibilidade para todos os profissionais da entidade. Essa ferramenta se tornou uma opção inteligente para empreendedores que desejam se aventurar na administração colaborativa, além de contribuir para a conexão interna e externa com fornecedores e clientes. 

Através dela, os colaborados podem compartilhar informações com mais facilidade e rapidez. A possibilidade de criação de diferentes grupos também faz parte do uso da rede social, assim como a organização de eventos, o que consequentemente, auxilia na comunicação da equipe e na proatividade da mesma.

De acordo com Marcos Weber, diretor da Cloud2Go, empresa do Grupo NGX, por meio dessa ferramenta, interações são registradas instantaneamente e pesquisas podem ser feitas dentro da própria rede. Dados como escalas de trabalho, comunicados e informações sobre o andamento de projetos também podem ser vistas no perfil da empresa.  

“Sabemos que 2017 também não será um ano fácil para as empresas brasileiras, mas quem buscar reforço na tecnologia vai ocupar uma melhor posição nessa disputa por um lugar ao sol. Aquele que souber enriquecer o seu conteúdo e otimizar o tempo de demandas e serviços é o que sobreviverá íntegro e ativo no mercado”, reforça Weber.

LEIA MAIS: Setor de shopping centers projeta alta de 5% nas vendas para este ano

Evolução

Gestões inovadoras como essa, expandem a possibilidade de evolução da empresa e de seus funcionários.  Com ela, conquistar mais clientes e desenvolver novos produtos e serviços pode se tonar mais simples, principalmente se compartilhados com colaboradores participativos.

Vale lembrar que a rede social corporativa não é um método novo, porém investir nela pode ser uma forma inteligente de compactar tarefas e processos, assim como padronizar e capacitar a troca e tratamento de dados. Em relação a equipe, um patamar elevado de agilidade pode ser alcançado, assim como a assertividade entre gestores e clientes da instituição.

Cercar-se de alternativas criativas e funcionais como a rede social corporativa, representa não só mais uma possibilidade de potencializar negócios, mas também, o uso da tecnologia e de estratégias corporativas para a construção de uma empresa de gestão eficiente e bem-sucedida.  

LEIA MAIS: Confiança do consumidor da classe D/E foi a mais abalada no último ano, diz ACSP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.