Tamanho do texto

Segundo Governo e Prefeitura, a população deve ficar atenta aos boletos recebidos e sempre consultar antes de efetuar qualquer pagamento

Começo do ano as despesas com impostos como o IPVA e IPTU deixam o consumidor preocupados. Para piorar, além de pensar em como quitar os tributos anuais o contribuinte deve se atentar ao golpe dos boletos falsos, que tem sido aplicado por criminosos em praticamente todo o País.

LEIA MAIS: Pagar IPVA à vista tem desconto na maioria dos estados brasileiros

Contribuinte deve ficar atento para não cair no golpe dos boletos falsos
iStock
Contribuinte deve ficar atento para não cair no golpe dos boletos falsos


As prefeituras enviam aos contribuintes o aviso com o valor dos tributos do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) e do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e os criminosos aproveitam o envio da correspondência à população para criar boletos falsos .

Os contribuintes só ficam sabendo que foram vítimas de fraude quando são notificados pela prefeitura pelo não pagamento dos tributos. O golpe nos boletos do IPVA começou  a circular pelo aplicativo de mensagem WhatsApp  e o motorista ao invés de receber da Prefeitura o informativo com o valor do tributo a ser pago, ele recebeu a notificação junto a um boleto com código de barras para o pagamento.

No Portal do Governo do Estado,  a Secretaria da Fazenda tem feito alertas constantes aos brasileiros pedindo que se verifique a autenticidade do boleto em um dos canais oficiais, sendo eles a página no site da Fazendo que fala apenas sobre o IPVA e na rede bancária, sendo esse o único canal autorizado para o recebimento do tributo do imposto sobre automóveis.

Ainda segundo informações do Portal do Governo, o Fisco informou ter tomado conhecimento de um site falso, idêntico à página da Secretaria da Fazenda, que consegue gravar informações confidenciais dos proprietários de automóveis para a aplicação de diversos outros golpes. “A prática, conhecida como Phishing, é uma tentativa de fraude eletrônica caracterizada para adquirir senhas, dados financeiros, número de cartões de crédito e outros dados pessoais”, explica o governo.

LEIA MAIS: Serasa aponta que os idosos são mais propensos a casos de fraudes

No portal a orientação ao contribuinte é que, em caso de dúvidas, eles entrem em contato com a Secretaria da Fazenda pelo telefone, no número 0800-17011, ou pelo canal Fale Conosco disponível no site www.fazenda.sp.gov.br.

IPTU

No caso do imposto sobre os imóveis a fraude dos boletos falsos acontece de forma bem parecida.  O contribuinte recebe um título falso para pagamento e só fica sabendo do golpe quando recebe uma cobrança da prefeitura.

Para evitar ser vítima desse golpe, a Prefeitura orienta que os contribuintes, em caso de dúvida, eles podem enviar um e-mail para ni@prefeitura.sp.gov.br e verificar se é um boleto oficial ou se dirigir até uma das subprefeituras e solicitar a segundo via do boleto.

Nos dois casos, tanto o governo quanto a prefeitura informam estar trabalhando em conjunto a polícia civil para encontrar os criminosos e evitar que mais contribuintes sejam lesados pelo golpe dos boletos falsos.

LEIA MAIS: Conta de luz não terá cobrança extra em fevereiro, diz Aneel