Brasil Econômico

Brasil Econômico

undefined
iStock
De acordo com o indicador da Serasa Experian, a região Sul foi a única do País a registrar um resultado positivo em relação a demanda de empresas por crédito, com alta de 0,8%

O Indicador Serasa Experian de Demandas das Empresas por Crédito, feito pela empresa de serviços de informações Serasa Experian, registrou na comparação de 2016 para 2015, um recuo de 2,2% na busca empresarial por crédito. De acordo com o indicador, esse foi o pior resultado da demanda das empresas por crédito dos últimos quatro anos.

LEIA MAIS: Demanda do consumidor por crédito cai 3,6% em setembro, aponta Serasa Experian

Segundo economistas da Serasa Experian , a baixa demanda por capital de giro impactou negativamente a demanda das empresas por crédito em 2016, principalmente se levados em consideração fatores como o aprofundamento da recessão, a redução no patamar da confiança empresarial e as altas taxas de juros.

Análises

No ano passado, as quedas abrangentes a demanda por crédito nas médias e grandes empresas foram de 12% e 10,4%, respectivamente. Em relação as micro e pequenas empresas, o resultado apresentado foi menos significativo, uma vez que o recuo no acumulado de janeiro a dezembro foi de -1,7%, se comparado ao mesmo período de 2015.

LEIA MAIS: Veja os principais concursos públicos que encerram inscrições em fevereiro

Todos os setores econômicos que fazem parte da pesquisa apontaram quedas em suas demandas por crédito no acumulado do ano passado. Se comparado a 2015, a indústria registrou recuo de -5,0%. Assim como o comércio e o setor de serviços, que decaíram -3,6% e -0,1%, respectivamente.

Ainda levando em consideração o acumulado de 2016, a demanda empresarial por crédito regrediu em quatro regiões do País. Na região Centro-Oeste, o recuo foi de -2,3% e no Nordeste foi de -2,4%. Já no Sudeste a demanda caiu -1,2% e -5,6% no Norte. Em contrapartida com as quedas registradas, a região Sul foi a única a atingir um resultado positivo ao longo do ano passado, com alta de 0,8%.

Metodologia

Vale ressaltar que o Indicador Serasa Experian da Demanda das Empresas por Crédito é desenvolvido por meio da consulta mensal de 1,2 milhão de Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ). O indicador também é baseado em dados fornecidos pela Serasa Experian e organizado em diferentes segmentos como  setor, porte e região geográfica.

LEIA MAIS: Falta de crédito atrapalha consumo entre os jovens brasileiros, diz pesquisa

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários