Tamanho do texto

Conceito, comida e atendimento: esses são os três pilares da Castro Burger, hamburgueria paulistana que vem atraindo clientes de diferentes regiões

Brasil Econômico

Criada pelo empresário e engenheiro ambiental Luiz Felipe Granata e o jornalista Fausto Almeida, a hamburgueria Castro Burger, localizada na Vila Mariana, bairro boêmio da capital paulista, foi inaugurada em dezembro e vem chamando atenção pelo ambiente acolhedor que abrange todos os públicos, mas em especial, o LGBT.

+ Quer empreender? Empresário dá dicas para quem se interessa em restaurantes

O nome escolhido em homenagem ao bairro de Castro, berço da diversidade mundial, que fica em São Francisco, Estados Unidos, marca a defesa pela diversidade como uma característica da Castro Burger . Diversidade essa, percebida até mesmo no cardápio desenvolvido pelo chef de cozinha João Leme, contendo os tradicionais hambúrgueres de carne bovína, opções veganas e um brunch estilo americano servido nos finais de semana.

A sociedade entre o jornalista e o empresário surgiu após uma conversa, onde puderam notar que ambos possuíam a vontade de criar um espaço que realmente representasse e fizessem o público LGBT se sentir em casa. Um estabelecimento que fosse além da iniciativa friendly.

Escolhas

A escolha do público se deu através da demanda de criar um local que se posicionasse abertamente contra qualquer tipo de discriminação, e que juntasse o conceito gay-friendly, termo norte-americano utilizado para locais  públicos ou privados que são abertos e receptivos ao público LGBT, com um ambiente agradável e um cardápio diversificado.  “A fase do “bem-vindo” já passou e deve ser evoluída.  O primordial é que na Castro Burger todas as pessoas devem se sentir acolhidas e respeitadas pelo que são, independentemente de orientação sexual, identidade de gênero, raça, peso, credo, deficiência”, afirma Luiz Felipe Granata.

O Cardápio da Castro Burger foi desenvolvido pelos sócios Fausto Almeida e Luiz Felipe Granata juntamente com o chef de cozinha João Leme
Allan Hiagon
O Cardápio da Castro Burger foi desenvolvido pelos sócios Fausto Almeida e Luiz Felipe Granata juntamente com o chef de cozinha João Leme

Nomes de vilãs famosas das novelas brasileiras como Carminha, Odete Roitman e o famoso vilão homossexual Félix, nomeiam os lanches ciabattas. Já os milk-shakes recebem nomes de gírias conhecidas no universo LGBT e que se consagraram na televisão nacional como, por exemplo, “tô bege”, “a loka!” e “bafônico”.

Segundo um dos sócios, Luiz Felipe Granata, a escolha do chefe João Leme não foi tarefa difícil, pois já o conheciam e sabiam de sua trajetória gastronômica de mais de 30 anos. Entender rapidamente o conceito da Castro Burger também foi um ponto positivo para a seleção e consequentemente para o desenvolvimento do cardápio, que surgiu após avaliarem e concluírem os pratos, que foram ajustados pelo chefe João.

O empresário também explica que a Castro Burger está longe de ser só uma hamburgueria, porém que a escolha do hambúrguer como prato principal foi muito importante, porque além de ser uma opção que agrada a diferentes públicos, também ajudou a criar esse ambiente descontraído de socialização onde pessoas podem compartilhar muito mais do que a comida.

Vila Mariana x preconceito

A Vila Mariana é famosa por ser um bairro boêmio, repleto de bares e restaurantes que atraem muitas pessoas diariamente, motivo pelo qual os sócios escolheram o local para abrir o primeiro negócio. Segundo Luiz Felipe, a cidade de São Paulo possui lugares específicos frequentados pelo público LGBT, e que isso deve ser diminuído ao passo em que a diversidade for englobada em diferentes espaços de forma natural e gradual.

O empresário relatou não haver constrangimentos e atos preconceituosos por parte dos moradores da região, e que seus clientes tem saído satisfeitos com o serviço oferecido. Reverter o pensamento de pessoas que tenham tido uma má impressão do local não é uma opção, já que para eles o preconceito só pode ser destruído pela própria pessoa, porém que da mesma forma, a hamburgueria estará de portas abertas. “A Castro estará sempre de portas abertas para que todos entendam e tratem a diversidade de forma natural.” Diz Granata.

 + De casa para uma rotisserie: empreendedor argentino fatura com culinária típica 

Equipe e treinamento

A seleção da equipe também integrada por funcionários com orientações sexuais diferentes, contendo gays, lésbicas e transexuais, se iniciou através do preenchimento de um formulário online que pode ser encontrado no site da hamburgueria. Foram mais de 500 candidatos para apenas 16 vagas. Durante o processo seletivo, questões como a orientação sexual e a identidade de gênero apareceram seguidas de entrevistas presenciais. Com as informações necessárias, um banco de dados foi criado para a possibilidade de contratações futuras. “Nosso conceito é feito de dentro para fora e apreciamos a contratações de pessoas LGBT, já que normalmente são pessoas que possuem uma dificuldade maior no mercado de trabalho.”

Equipe Castro Burger também é integrada por funcionários com  orientações sexuais diferentes, contendo gays, lésbicas a transexuais
Allan Hiagon
Equipe Castro Burger também é integrada por funcionários com orientações sexuais diferentes, contendo gays, lésbicas a transexuais

Luiz Felipe garante que a equipe Castro Burger recebeu um bom treinamento, com enfoque principal no atendimento e bem estar dos clientes. Além de visibilizarem iniciativas pet-friendly, autorizando a circulação de animais domésticos em recintos públicos ou privados e projetos sociais, também contribuem para artistas independentes possuírem um espaço para expor mensamente seus trabalhos, que vão desde pinturas até artesanato.

Franquias e expectativas

De acordo com o empresário Luiz Felipe Granata, a hamburgueria recebeu um investimento total de R$400 mil, sendo ele capital próprio. Os sócios estimam que em um período de dois anos, o retorno em relação ao investimento seja suprido, sendo R$120 mil por mês o valor de faturamento previsto.  Ainda em fase de experimentação, os planos atuais se concentram na concretização de sucesso da Castro Burger da Vila Mariana, porém, manuais de arquitetura já estão sendo finalizados visando à abertura de franquias em outros estados, podendo assim, levar para todo o Brasil o conceito de diversidade que abrange o atendimento, a comida e a marca Castro Burger.

+ Procon autua seis restaurantes por irregularidades no Rio de Janeiro

    Leia tudo sobre: empreendedorismo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.