Tamanho do texto

Em outubro, o sistema registrou 82.608 pessoas usufruindo benefícios como aposentadorias, pecúlios, pensões, renda para menores entre outros

Investimentos em previdência privada cresceram 38,53%  em outubro, na comparação com o mesmo período de 2015
Thinkstock/Getty Images
Investimentos em previdência privada cresceram 38,53% em outubro, na comparação com o mesmo período de 2015

Balanço divulgado nesta segunda-feira (12) pela Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi)  apontou que os investimentos em planos previdenciários acumularam R$ 8,88 bilhões no mês de outubro, apresentando uma evolução de 38,53% frente ao mesmo mês do ano anterior, quando as contribuições somaram R$ 6,41 bilhões.

+ Calcule quanto custará seu plano de Previdência Privada

A captação líquida  – diferença entre depósitos e resgates  de investimentos – também apresentou saldo positivo no período analisado pela entidade e somou R$ 4,06 bilhões. O montante representa crescimento de 56,76% ao se comparar com a captação líquida de R$ 2,59 bilhões registrada no décimo mês do ano anterior.

Em outubro, o sistema registrou 82.608 pessoas usufruindo benefícios como aposentadorias, pecúlios, pensões, renda para menores e renda por invalidez,  pagos por planos abertos de caráter previdenciário. No período, também foram contabilizadas 12.897.391 pessoas com planos contratados. Do total, 9.735.920 são pessoas com planos individuais e 3.161.471 pessoas com planos empresariais.

Demais resultados

Os planos individuais receberam investimento de R$ 7,81 bilhões em outubro deste ano. Do volume de contribuições aos planos individuais, R$ 150,94 milhões foram investidos em planos para menores.  No acumulado do ano os planos individuais foram os que mais receberam recursos no período. No total, foram investidos R$ 75,85 bilhões.

+ Investimentos em previdência privada somam R$ 26,07 bilhões, diz FenaPrevi

Já os recursos destinados a planos empresariais somaram R$ 1,06 bilhão em contribuições. De janeiro a outubro, os recursos destinados a planos empresariais, por sua vez, totalizaram R$ 11,06 bilhões em contribuições.

Nos primeiros dez meses do ano, os aportes acumularam R$ 86,91 bilhões, apresentando uma evolução de 18,29% frente ao mesmo período do ano passado, quando as contribuições somaram R$ 73,47 bilhões. A captação líquida apresentou um saldo positivo de R$ 42,93 bilhões, representando crescimento de 21,20%, em comparação aos R$ 35,42 bilhões registrados de janeiro a outubro de 2015.

A Fenaprevi identificou ainda que os aportes feitos em VGBL – que é indicado para quem não tem como se beneficiar da dedutibilidade fiscal prevista no formulário completo de Imposto de Renda–, receberam contribuições de R$ 8,16 bilhões no período analisado pela entidade.

O PGBL, modalidade de plano indicada para quem tem como se beneficiar da dedutibilidade prevista no formulário completo de Imposto de Renda, registrou investimentos na ordem de R$ 646,24 milhões. Os planos tradicionais de acumulação registraram R$ 67,59 milhões.

 + Aposentadoria: especialista ensina como se aposentar sem depender do INSS

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.