Tamanho do texto

Receita deve liberar esta semana consulta ao último lote do IR 2016. Na mesma data serão liberadas também as restituições do Imposto de Renda dos exercícios de 2008 a 2015, que estavam na malha fina

Agência Brasil

Consumidores podem consultar o último lote da restituição e se estão na malha fina, informa a Receita Federal
Thinkstock/Getty Images
Consumidores podem consultar o último lote da restituição e se estão na malha fina, informa a Receita Federal

Os contribuintes que ainda não receberam a restituição do Imposto de Renda devem ficar atentos, pois a Receita Federal deve anunciar ainda este semana consulta do último lote regular de restituição para pessoa física 2016. Na mesma data serão liberadas também as restituições do Imposto de Renda dos exercícios de 2008 a 2015, que estavam na malha fina.

+ Mesmo com produção mais barata, consumidor paga mais caro pelo combustível

A estimativa da Receita Federal é que até o dia 15 de dezembro os consumidores que estiveram na lista do último lote recebam a restituição por meio de crédito bancário, ou seja, deposito na conta informada na declaração do Imposto de Renda.

A Receita Federal deve anunciar nesta semana a liberação para consulta do último lote regular de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2016. Serão liberadas também restituições dos exercícios de 2008 a 2015 de declarações que deixaram a malha fina. O crédito bancário para os contribuintes incluídos na lista será feito no próximo dia 15.

Os contribuintes que ainda não receberam a restituição e querem saber se o valor será devolvido ainda este mês devem acessar a página da Receita Federal  ou entrar em contato com o Receitafone, no número 146. Outra forma de consulta da restituição e de pendências, segundo o Fisco é o aplicativo  da Receita Federal disponível para smartphones e tablets, sistema esse que facilita a consulta às declarações e à situação cadastral no CPF.

+ Consumidores criticam possibilidade de limitação da internet fixa

Os contribuintes que não forem relacionados no último lote terão que aguardar a liberação de lotes residuais no próximo ano. O supervisor do Imposto de Renda, Joaquim Adir, disse à Agência Brasil que quem retificou a declaração nos últimos dias não entrará mais no último lote e terá que aguardar.

Malha fina

Para verificar pendências na declaração entregue em abril deste ano e se está na malha fina, o contribuinte deve consultar a página da Receita, serviço e-CAC,  para verificar o extrato da declaração. No ambiente online é possível identificar se existe inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

Todos os anos a Receita Federal libera sete lotes regulares de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física a partir de junho. O último lote é sempre programado para dezembro. Os valores são corrigidos pela taxa básica de juros (Selic).

+ ANS suspende a venda de 69 planos de saúde; veja a lista completa