Tamanho do texto

A projeção para taxa básica de juros, a Selic, para o final de 2017 caiu de 10,75% para 10,50% ao ano. Na última semana, a Selic foi reduzida em 0,25 ponto percentual para 13,75%

Agência Brasil

Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (5) revisa os indicadores do PIB e da inflação deste ano
Thinkstock/Getty Images
Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (5) revisa os indicadores do PIB e da inflação deste ano

Analistas do mercado financeiro reduziram pela quarta vez consecutiva a projeção para inflação deste ano. Segundo o Boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (5) pelo Banco Central a estimativa é que a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), seja de 6,69%. Anteriormente os economistas falavam da inflação em 6,72%.

+ Mercado financeiro mantém projeção para inflação em 6,88% este ano

Já a previsão para a inflação em 2017 feita pelo Boletim Focus manteve-se em 4,9%, índice indicado pelos economistas há quatro semanas. Mais uma vez, a projeção da inflação ultrapassa o centro da meta estipulado pelo Banco Central, que é de 4,5% ao ano.  O teto da meta é 6,5% este ano, e 6% em 2017. O boletim é divulgado às segundas-feiras, em Brasília.

Recessão

A estimativa do Produto Interno Bruto (PIB) – que é a soma de todas as riquezas produzidas no País – foi revisada para baixo, passando de retração de 3,49% para 3,43% este ano. Para 2017 a projeção do PIB também apontou queda, passando de crescimento de 0,98% para 0,80%, sendo essa a sétima redução da projeção do PIB consecutiva.

A projeção para a taxa básica de juros, a Selic, para o final de 2017 caiu de 10,75% para 10,50% ao ano. Na última semana, a Selic foi reduzida em 0,25 ponto percentual para 13,75% ao ano, na segunda redução feita pelo Comitê de Política Monetária (Copom) em dois meses.

+ Selic é reduzida pela segunda vez consecutiva e chega a 13,75%

A taxa é usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve como referência para as demais taxas de juros da economia. Ela é uma das formas do governo para conter a inflação sobre controle.

Demais projeções

Ainda segundo estimativas do Boletim Focus, os analistas de mercado estimam que a taxa de câmbio fique estável em R$ 3,35 até o final deste ano. Para 2017, a expectativa é de alta, com o dólar cotado a R$ 3,45, valor esse maior que o boletim da última semana, quando os economistas das 100 instituições consultadas pelo Banco Central o projetavam em R$ 3,40.

A balança comercial – resultado total das exportações menos as importações – permaneceu estável com expectativa de fechar 2016 em US$ 47 bilhões. Para 201 ele teve leve alta, ao passar de US$ 44 bilhões para US$ 44,5 bilhões.

Por último e tão importante quanto às demais projeção é à entrada de investimentos estrangeiros diretos no País que no Boletim Focus desta segunda-feira (5) manteve igual ao último relatório em US$ 65 bilhões. Para 2017, a estimativa dos analistas permaneceu estável, em US$ 70 bilhões.

+ Mercado projeta inflação menor e PIB com retração de 3,49% este ano

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.