Tamanho do texto

Na comparação anual – outubro de 2015 versus outubro de 2016 – a queda na produção industrial brasileira chegou a 7,3%, sendo a trigésima segunda retração no indicador

Agência Brasil

Após apresentar alta e sinalizar recuperação em setembro, produção industrial tem queda de 1,1% em outubro
Reuters
Após apresentar alta e sinalizar recuperação em setembro, produção industrial tem queda de 1,1% em outubro

Após apresentar alta de 0,5% entre agosto e setembro, a produção industrial brasileira apresentou queda de 1,1% em outubro, na comparação com o mês de setembro. Já na comparação anual – outubro de 2015 – a queda chegou a 7,3%, sendo a trigésima segunda retração no indicador.

+ Produção industrial cresce 0,5% entre agosto e setembro, diz IBGE

Os dados da Pesquisa Industrial Mensal foram divulgados nesta sexta-feira (2) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e apontou ainda que a produção industrial brasileira acumula perdas de 7,7% no ano e de 8,4% em 12 meses.

Na passagem de setembro para outubro, quatro grandes categorias econômicas da indústria tiveram queda, com destaque para os bens de capital, ou seja, as máquinas e equipamentos  com retração de 2,2% no período. Os bens intermediários, ou seja, os insumos industrializados para o setor produtivo caíram 1,9%.

+ PIB recua 0,8% no terceiro trimestre e chega à sétima queda consecutiva

Bens duráveis

Entre os bens de consumo, que são os produtos destinados ao consumidor final, considerados como bens duráveis recuaram 1,2% segundo o IBGE, enquanto os semi e não duráveis caíram 0,8% no período analisado.

Vinte das 24 atividades industriais pesquisadas tiveram queda na produção entre setembro e outubro de 2016, com destaque para os produtos alimentícios com retração de 3,1%, os veículos automotores com queda de 4,5% e o setor de borracha e plástico  negativo em 4,9%.

Apenas quatro atividades industriais tiveram alta na produção: os derivados de petróleo e biocombustíveis com  alta de 1,9%, os produtos de minerais não metálicos com 1,4%, produtos do fumo com 0,9% e os equipamentos de informática e eletrônicos que tiveram avanço na produção de 0,2%.

Média trimestral

Na série com ajuste sazonal apontada pelo IBGE nesta sexta-feira (2), a evolução do índice de média móvel trimestral para o total da indústria nacional apontou queda de 1,5% no trimestre encerrado em outubro de 2016. Na comparação  frente ao nível do mês anterior, houve aceleração  no ritmo de perda na produção industrial frente ao observado em setembro, que apresentou queda de,1% e agosto com retração de 0,7%, quando o indicador interrompeu três meses de resultados positivos consecutivos: maio que teve alta de 0,7%, junho  com 0,7% e julho  com incremento de 0,7%.

+ Desemprego atinge 11,8% em outubro e Brasil tem 12 milhões sem ocupação

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.