Brasil Econômico

undefined
iStock
Muitas das franquias baratas funcionam no modelo home-office, em que o franqueado pode ser o único funcionário

Durante a crise financeira, é indipensável buscar soluções para alter este cenário. Uma das alternativas que surgem como possíveis soluções para essa fase são as microfranquias – franquias baratas, com investimento de até R$ 80 mil, de acordo com definição da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

+ Quem define o período de férias? Tire essa e outras dúvidas com especialistas

Renato Ticoulat, diretor executivo da JAN-PRO no Brasil, aponta uma série de motivos pelos quais as franquias baratas podem ser muito importantes para o País na tentativa de se livrar da crise.

Segundo o especialista, em algumas regiões da África e da Ásia, as microfranquias são usadas para impulsionar a economia local, gerando uma série de vantagens sociais às comunidades onde os negócios funcionam

Por meio das microfranquias, pessoas que dificilmente teriam a chance (e a expertise) de se tornarem donas de seus próprios negócios começaram a empreender, o que resultou em um avanço socioeconômico para elas suas regiões.

Pelo investimento reduzido, as microfranquias aparecem como uma boa opção para quem deseja investir em uma empresa que já está no mercado e consegue bons resultados. Apesar disso, é preciso ter muito cuidado para não se iludir.

+ Financiamento imobiliário: especialistas dão dicas para compra de imóveis

Essa exigência faz com que o franqueado por trás do negócio tenha que saber trabalhar para desconstruir as deficiências, afinal, ao contrário do que muitos imaginam, o baixo investimento inicial não deve ser o único diferencial frente ao modelo já estabelecido de franquias.

Quando bem entendidas, as diferenças entre os dois tipos de negócios podem ocasionar uma evolução em conjunto aos franqueadores e franqueados. Esta evolução, por sua vez, sera capaz de gerar, a partir do esforço dos próprios brasileiros, uma revolução interna no País.

Um modelo comercial sólido como o das microfranquias é capaz de auxiliar no desenvolvimento econômico de forma democrática, proporcionando oportunidades de empregos a todos que tiverem condições de investir valores mais baixos. Caso seja bem diluído, este conceito pode ajudar na replicação financeira, sustentabilidade e impacto social para pessoas com pouco dinheiro em caixa e menores conhecimentos empresariais.

+ Pensa em mudar de carreira? Conheça estes cinco passos antes de tomar a decisão

Para que isso seja possível, no entanto, é importante que os franqueadores adotem abordagens diferentes e invistam na capacitação dos seus franqueados. Eles precisam entender de finanças, empreendedorismo, marketing, vendas e atendimento ao cliente, possibilitando assim franquias baratas que oferecem elementos para que a empresa tenha sucesso e o cidadão uma renda melhor.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários