Tamanho do texto

Após vencer eleições presidenciais, republicano e a família terão de deixar o apartamento luxuoso que custa quase R$ 400 milhões, em Nova York

Com vitória, Trump terá de trocar apartamento luxuoso com ouro, diamanetes e mármore pela Casa Branca
Reprodução/Youtube
Com vitória, Trump terá de trocar apartamento luxuoso com ouro, diamanetes e mármore pela Casa Branca

Após a vitória nas eleições dos Estados Unidos nesta quarta-feira (9), o bilionário Donald Trump, eleito o 45º presidente dos Estados Unidos, sua esposa Melania Trump, 45 anos, e o filho caçula, Barron, de 9 anos, terão de deixar o apartamento luxuoso, onde vivem atualmente, para se mudarem para a ambicionada Casa Branca, moradia oficial da presidência norte-americana.

+ De adolescente rebelde a presidente dos EUA: a trajetória de Donald Trump

Mesmo tendo desejado o cargo de presidente dos Estados Unidos, é possível dizer que deverá ser muito difícil para Trump e a família deixarem o apartamento, cuja arquitetura é inspirada no Palácio de Versalhes, que vale nada menos que US$ 100 milhões (quase R$ 400 milhões).

Situado na famosa Fifth Avenue, o apartamento fica na conhecida “Trump Tower”, que também acolhe os negócios do empresário. A cobertura tem uma vista deslumbrante para o Central Park, em Nova York, e começa deslumbrante já na porta de entrada que é de ouro e tem diamantes encrustados.

+ Putin parabeniza Trump e diz que Guerra Fria acabou

Além disso, segundo o site “Daily Mail”, a residência do bilionário possui paredes, chão e colunas cobertas em mármore branco, enquanto copos, vasilhames e pratos são todos de ouro. No teto da sala, é possível encontrar pinturas com referências a cenas dos mitos gregos, incluindo uma estátua de Eros & Psyque, acompanhada de vasos gregos e uma lareira de mármore.

A construção que leva o nome de Trump, agora eleito presidente, é uma das construções icônicas de Nova York
Reprodução/Youtube
A construção que leva o nome de Trump, agora eleito presidente, é uma das construções icônicas de Nova York

Além de luxo e ostentação, o apartamento de Nova York do presidente eleito – assim como a nada discreta “Trump Tower” - parece revelar outra preferência de Donald Trump: a alta arte. Quadros, esculturas e livros que custam milhões de dólares podem ser encontrados em todos os cantos do local.

A propriedade foi conquistada pelo bilionário em 1983, quando também comprou a Mar-A-Lago, em, Palm Beach, na Florida. Por fim, Vale lembrar que estas são apenas algumas das propriedades do magnata. 

Arquiteto VIP

A elegância e perfeição do apartamento de Nova York foi uma criação do designer Angelo Donghia, também conhecido como o “Saint Laurent dos sofás”. O renomado designer se tornou famoso com seus clientes VIPs nos anos 1970 e 1980, tais como Ralph Lauren, Barbara Walters, Mary Tyler Moore, Liza Minelli e Diana Ross.

Trump Tower

A construção que leva o nome do magnata americano, agora eleito presidente, é uma das construções icônicas de Nova York, que foi construída em meio a muita polêmica. Na época, ele foi acusado de utilizar mão-de-obra de pedreiros que seriam poloneses sem documentação legal. O jornal New York Times também chegou a acusar o empresário de ter demolido peças históricas em estilo art déco que estavam no local.

+ Putin diz que Trump pode ser "extravagante", mas não é "insensato"

Mas nada disso atrapalhou a construção do prédio de 28 andares, onde até agora, ele mora e trabalha. O prédio, literalmente, cimentou o nome de Trump em Manhattan.