Tamanho do texto

Segundo divulgou a Secretaria do Tesouro Nacional nesta segunda-feira, número de saques foi de 885 mil no período. Veja dados do período

Os beneficiados podiam sacar o PIS-Pasep no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal
iStock
Os beneficiados podiam sacar o PIS-Pasep no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal

A Secretaria do Tesouro Nacional (STN) divulgou nesta segunda-feira (22) o número de saques do programa PIS-Pasep entre novembro de 2015 e julho deste ano. Segundo a instituição, foram realizados 885 mil operações no período. Com isso, foi percebido um crescimento de 65% em relação a novembro de 2014 e julho de 2015.

Para a STN, o resultado crescente deve ser atribuído à realização de campanha de divulgação durante todo o período de retiradas. Vale lembrar que os beneficiados podiam sacar o PIS-Pasep no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal,  de acordo com as cotas disponíveis em suas contas individuais nas agências do País.

Entre os grupos de beneficiários, o aumento dos saques foi encontrado com mais intensidade entre aqueles com 70 anos ou mais, subindo de 5,4 mil para mais de 258 mil – crescimento bastante relevante. De acordo com a divulgação desta segunda, para esse público, foram enviadas mais de 920 mil malas diretas com informações de saldos disponíveis para retirada nas contas individuais dos programas.

Entre grupos de beneficiários por região, de acordo com o Tesouro Nacional, o Estado de São Paulo concentrou o maior número de saques (284.136) no período, seguido por Minas Gerais (96.780), Rio de Janeiro (94.210), Rio Grande do Sul (74.233), Paraná (52.959) e Santa Catarina (37.010).

LEIA MAIS:  Governo divulga tabela de pagamento do Abono Salarial no calendário 2016/2017 

No dia 30 de junho de 2016, data de fechamento de exercício do fundo, cerca de 4,5 milhões de pessoas cadastradas teriam direito ao saque por idade – o que representa, ao Tesouro, um valor de R$7,9 bilhões.

Ainda segundo o STN, o valor do saldo médio por beneficiário é de R$ 2,9 mil no Pasep, gerido pelo Banco do Brasil, e R$ 1,5 mil no PIS, na Caixa. 

Quem tem direito ao Abono Salarial?

- Estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;

- Ter recebido de empregador contribuinte do PIS/PASEP (inscrito sob CNPJ) remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base que for considerado para a atribuição do benefício;

- Ter exercido atividade remunerada, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no anobase considerado para apuração;

- Ter seus dados informados pelo empregador corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do ano-base considerado.

Quem NÃO tem direito ao Abono Salarial?

- Trabalhadores urbanos vinculados a empregador Pessoa Física;

- Trabalhadores rurais vinculados a empregador Pessoa Física;

- Diretores sem vínculo empregatício, mesmo que a empresa tenha optado pelo recolhimento do FGTS;

- Empregados domésticos;

- Menores aprendizes.

LEIA MAIS: Veja se você pode sacar o abono do PIS

Quando é possível o saque das quotas do PIS?

- Aposentadoria;

- Benefício Assistencial à pessoa portadora de deficiência e ao idoso;

- Doenças listadas na Portaria Interministerial MPAS/MS 2.998/2001(do participante ou dependente);

- Idade igual ou superior a 70 anos;

- Invalidez (do participante ou dependente) / Reforma militar;

- Morte do participante;

- Neoplasia maligna - câncer (do participante ou dependente);

- SIDA/AIDS (do participante ou dependente);

- Transferência de militar para a reserva remunerada.

Como sacar

A Caixa Econômica Federal tem um sistema online para consultas. Dessa forma, é possível  saber se você tem abono salarial para receber. Acompanhe o passo a passo da consulta: .

1. Acesse o  site da Caixa Econômica Federal

2. Uma vez no site da Caixa, ache o link com o nome PIS e clique no mesmo.

3. No lado direito, abaixo de “Serviços On-Line”, você vai encontrar: “Consulta ao pagamento”. Clique no link.

4. Você será direcionado para a área de identificação social. Informe o Número de Identificação Social – NIS ( PIS, Pasep  ou NIT), sem pontos e sem hífen. Coloque a sua senha de internet e clique no botão “Ok”.