Brasil Econômico

Brasil Econômico

undefined
iStock
No mês de agosto, fluxo de câmbio ficou negativo em US$ 1,974 bilhão

Em  avaliação realizada até o dia 12 de agosto, o fluxo de câmbio do ano apresentou resultado negativo de US$ 11,085 bilhões. Até o final de julho, o saldo estava no vermelho em US$ 9,111 bilhões. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira (17) pelo Banco Central.

LEIA: Consumidores começam a trocar cartões de crédito por cartões de loja

A queda é muito significativa se comparada ao mesmo período do ano passado. Na época, o resultado do fluxo de câmbio foi fechado positivamente, quando atingiu o valor de US$ 8,108 bilhões.

No mesmo período de avaliação, a retirada dos dólares pelo canal financeiro atingiu o valor de US$ 40,892 bilhões. O resultado é proveniente de entradas que somaram US$ 260,986 bilhões e saídas que totalizaram US$ 301,878 bilhões. Para chegar a estes números, são considerados os pagamentos dos juros, as remessas de lucro e os investimentos estrangeiros feitos diretamente e também em carteira. Algumas outras operações também entram na conta. 

LEIA MAIS: Comércio eletrônico registra alta de 12% nas vendas de Dia dos Pais, diz E-bit

Em relação ao comércio exterior, o saldo anual até o período avaliado teve fechamento positivo em US$ 29,807 bilhões. Enquanto as importações somaram US$ 75,557 bilhões, as exportações atingiram o valor de US$ 105,364 bilhões. Do valor total atingido pelas exportações, US$ 19,268 bilhões são provenientes do Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), além de US$ 28,571 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e ainda mais US$ 57,525 bilhões vindos por meio de outras entradas.

Mês de agosto

No mês de julho, a entrada líquida havia sido de US$ 1,297 bilhão. Já em agosto, até o período avaliado, o fluxo cambial brasileiro se mostra negativo, tendo atingido, até o momento, o valor de US$ 1,974 bilhão.

Considerando a saída de dólares pelo canal financeiro no mês de agosto, o resultado foi de US$ 2,279 bilhões, em decorrência de entradas que totalizaram US$ 14,249 bilhões e de saídas que somaram US$ 16,527 bilhões. São considerados todos os investimentos estrangeiros, sejam eles feitos de forma direta ou em carteira. Além disso, pagamentos de juros e remessas de lucro também integram a avaliação.

LEIA TAMBÉM: Desemprego cresce em todo o País e vai a 11,3% no 2º trimestre, diz IBGE

O resultado do fluxo de câmbio, até o período avaliado, considerando o comércio exterior é positivo. Foram atingidos US$ 305 milhões no toal. As importações foram de US$ 4,593 bilhões, enquanto as exportações chegaram ao valor US$ 4,898 bilhões. Fazem parte da importação US$ 955 milhões em PA, US$ 783 milhões em ACC e US$ 3 160 bilhões em outras entradas.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários