Tamanho do texto

Ministro Marcos Pereira considera que a conclusão do processo de impeachment será essencial a retomada da economia nacional

Brasil Econômico

Em abril, FMI previa queda de 3,8% no PIB brasileiro em 2016; em julho, projeção foi reduzida para 3,3%
iStock
Em abril, FMI previa queda de 3,8% no PIB brasileiro em 2016; em julho, projeção foi reduzida para 3,3%

Marcos Pereira, ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, disse, nesta quinta-feira, (11) que a expectativa do governo é de que o Produto Interno Bruno (PIB) do Brasil sofra, em 2016, queda inferior à de 3,3% que foi prevista anteriormente pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

LEIA: Prestação de serviços às famílias sofre maior queda desde agosto de 2015

No mês julho, o FMI elevou, pela primeira vez em 2016, a estimativa em relação à economia do País. Em abril, o Fundo previa 3,8% de redução do PIB . As declarações de Pereira sobre o Produto Interno Bruto foram dadas durante evento na Associação Comercial do Rio de Janeiro.

O ministro considera que a conclusão do processo de impeachment de Dilma Roussef será essencial para que a economia nacional seja retomada. "Com a confirmação do governo como definitivo, tenho certeza que economia vai reagir de forma positiva. Porque o momento causa, minimamente, desconforto nos investidores, especialmente os internacionais", disse. 

LEIA MAIS: Lucro do Banco do Brasil cai e fica em R$ 2,5 bilhões no segundo trimestre

Ainda segundo Pereira, a recessão econômica aconteceu em decorrência de uma "política equivocada do governo afastado". O ministro acredita que a governo de Dilma Rousseff foi responsável pela tomada de decisões equivocadas, tanto em relação à economia quanto ao âmbito internacional.

Relações internacionais

Além disso, o ministro também afirmou que os Estados Unidos, os países integrantes da União Europeia e os sul-americanos são as nações que o Brasil "tem maior empenho para comercializar". No entanto, de acordo com ele, o processo de impeachment dificulta a consolidação das negociações. 

Durante a reunião do G-20, em Xangai, na China, o ministro foi perguntado sobre a situação política do Brasil. De acordo com Pereira, a questão mais frequente é sobre como anda o processo de impeachment. O ministro ainda afirmou que todos os representantes de países que conversaram com ele se mostraram interessadis em abrir negociações com o Brasil, principalmente a Espanha.

Entenda o Produto Interno Bruto

O Produto Interno Bruto de é definido por meio da soma de todos os serviços finais e bens que foram produzidos no local avaliado – que pode ser tanto uma cidade quanto um Estado ou país – durante um período previamente determinado. 

LEIA TAMBÉM: Empréstimos bancários sobem 248,8% em 10 anos, diz Anefac

Na macroeconomia, o PIB é um dos indicadores que têm maior utilização. Isso acontece porque ele é capaz de proporcionar a quantificação da atividade econômica da região determinada.