Brasil Econômico

Brasil Econômico

undefined
Creative Commons/Pixabay
Pequenos detalhes podem ajudar a melhorar o ambiente de trabalho e, por consequência, sua produtividade

Se você está com dificuldades de ser mais produtivo no trabalho, pode ter certeza de que não está sozinho. Muitas pessoas sofrem desse mal, ainda mais com tantas informações correndo de um lado a outro, a todo segundo, nas diversas fontes que encontramos. Enfim, não só pelas razões mais óbvias, mas também outras interferências no ambiente podem alterar seu foco, sua maneira de pensar e raciocinar, você sabia?

Apesar de não ser citada, a qualidade de ar do ambiente de trabalho é um desses fatores que podem mudar o rumo do jogo , te fazendo desconcentrar. Todavia, por ser um problema invisível, a má qualidade e a sujeira acabam passando despercebidas na hora de refletirmos sobre como podemos melhorar nossa produtividade... Não mais. Vamos te dar dicas para reverter (ou, pelo menos, melhorar) isso. 

Você pode estar pensando: tudo bem, o ambiente limpo e a boa qualidade do ar podem me ajudar, mas como posso agir, afinal? Segundo o site Entrepreneur, é possível em cinco passos. Veja:

1. Invista em plantas

Existem dezenas de plantas para ambientes fechados que, além de lindas, dão vida e melhoram o ar! Como se não bastasse, as plantas ajudam na melhora da concentração, na capacidade de atenção e na memória por volta de 20%, segundo estudos.
As plantas com flores ainda ajudam na sensação de segurança e relaxamento, sendo relacionadas à redução da probabilidade de depressão causada pelo estresse. Gastar seu tempo em ambientes com elementos naturais aumenta seu nível de energia e na sensação de vitalidade. Finalmente, o ato de cultivar plantas está associado com níveis de estresse mais baixo.

Como não se convencer?

As plantas são a forma ideal de receber inúmeros benefícios para a saúde através da adoção de algo simples em casa e/ou no ambiente de trabalho. Se puder, busque uma planta que melhora significativamente a qualidade do ar. Algumas das mais populares entre esse grupo estão Aloe Vera, Margaridas, Gérberas, Crisântemos e o Lírio da Paz.


2.  Mude o piso

Você sabia que pode evitar alergias com o piso correto? Os carpetes podem ser os maiores contribuintes para esses problemas desenvolvidos em ambientes internos ; eles acumulam sujeira e poeira, o que, naturalmente, vai dificultar sua respiração e, consequentemente, sua produtividade. Talvez, valha a pena investir em uma reforma, mudando o piso para madeira ou linóleo – que evitam a poeira acumulada, não juntam alergênicos externos no ambiente interno e, melhor de tudo, são fáceis de limpar.

Agora, se remover o carpete não é algo que esteja sob seu alcance (e não é uma opção), a recomendação é que você use um aspirador de pó com um filtro HEPA e realize a aspiração semanalmente. Enquanto você está limpando, certifique-se de aspirar cortinas e móveis estofados também.


3. Fique de olho na umidade

Os níveis de umidade interna são importantes indicativos da qualidade do ar de maneira geral por diversos motivos: ácaros e mofo são alergênicos que causam asma em muitas pessoas. Ambos crescem e se reproduzem em ambientes que possuem alto índice de umidade. Um estudo recente sugere que o nível ideal de umidade para ambientes fechados deveria estar entre 40% e 60% para minimizar a presença de mofo, ácaros e a  a propagação de vários agentes patogênicos.

Assim, dependendo de onde você vive, precisará usar um ar condicionado na maior parte do ano. Outras formas de diminuir a umidade incluem: a instalação de canais de ventilação na cozinha e no banheiro, instalação de desumidificador e selar vazamentos.
É importante lembrar que, durante uma estação seca, talvez seja necessário usar ventiladores de vapor para manter os níveis altos o suficiente para a saúde.

4. Use produtos de limpeza  naturais 

A limpeza é uma daquelas tarefas a maioria das pessoas detesta. Afinal, fazer faxina não é exatamente divertido, mas todo mundo sabe que ela precisa ser feita para que possamos viver em ambientes saudáveis. Infelizmente, alguns dos produtos utilizados para limpar sua casa ou o escritório podem estar afetando negativamente a qualidade do ar desses espaços.

Os ingredientes dos produtos podem falar por si: muitos oferecem riscos associados. Se você quer evitar tais problemas, pode aprender a usar produtos naturais para substituir os potenciais perigos. E, acredite, pode ser muito mais fácil do que aquelas várias prateleiras dos supermercados nos faz acreditar.

LEIA MAIS: Veja 7 maneiras de lidar com colegas de trabalho irritantes

Há alguns ingredientes necessários para fazer os produtos de limpeza caseiros, tais como sal, bórax, bicarbonato de sódio, vinagre, limão e sabão Castela. Com esses itens, você pode substituir quase todos os itens da loja de especialidade e, ainda, melhorar a qualidade do ar interior.

Além disso, os purificadores de ar e produtos de limpeza perfumados, também podem liberar toxinas no ar que tornam difícil a respiração para algumas pessoas. Uma alternativa natural é tão simples como água fervente. Isso mesmo! É só colocar uma panela de água e misturar com alguns aromas naturais que você goste e deixar que entrem em fervura. As combinações mais populares incluem limão, laranja, cravo e canela. Inove e receba os benefícios.

Viu como pode ser fácil melhorar seu ambiente e, como consequência, ser mais produtivo e eficiente? Todas as dicas são válidas quando os benefícios nos afetam de maneira pessoal e profissional.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários