Tamanho do texto

O Burnout é uma condição causada pelo estresse acumulado por conta da rotina desgastante; costuma atingir quem lida diretamente com pessoas

A Síndrome de Burnout costuma se manifestar por mais tempo que o estresse comum
Thinkstock/Getty Images
A Síndrome de Burnout costuma se manifestar por mais tempo que o estresse comum

Passar por situações estressantes no trabalho é algo comum no dia a dia de muitas pessoas. Umas das consequências dessa condição é a Síndrome de Burnout, que representa um estado de esgotamento profissional provocado pelo estresse causado pela rotina desgastante no trabalho.

LEIA:  5 dicas para alcançar o sucesso profissional

Na maioria das vezes, a Síndrome de Burnout  costuma atingir profissionais que lidam – de forma direta e intensa – com outras pessoas, exercendo influência sobre a vida delas. Como exemplo, podem ser citados policiais, bombeiros e assistentes sociais. 

Diferenças entre estresse e Burnout

Ambas as condições apresentam características semelhantes, sendo diferenciadas, principalmente, pela duração. O estresse costuma se manifestar em períodos mais curtos, sendo ocasionado por algo mais específico. É possível que você permaneça estressado durante vários dias consecutivos por conta de um projeto no trabalho, por exemplo, mas, depois que você consegue entregá-lo, o estresse alivia. 

Já o Burnout ocorre, normalmente, ao longo de um período maior. Ao contrário do estresse, ele costuma se manifestar em situações mais abrangentes, como quando, por exemplo, você acredita que seu trabalho – como um todo – não tem sentido. 

Como evitar o esgotamento

Existem diversas práticas que podem ser aplicadas no dia a dia para evitar o esgotamento do trabalho. Confira quais são elas e o motivo pelo qual a realização de cada uma pode ser importante:

Tenha um propósito:  uma das causas mais comuns do esgotamento profissional é a existência de um espaço entre o que a pessoa está fazendo e o que ela realmente gostaria de fazer . A infelicidade no trabalha facilita o surgimento do estresse crônico, pois a pessoa não deseja realmente estar exercendo aquela função.

Elimine trabalhos desnecessários:  quando a pessoa realiza tarefas que poderiam ser simplificadas ou até mesmo eliminadas, ela acaba trabalhando em excesso e ficando mais cansada ao longo do tempo. Por isso, é importante parar para avaliar tudo que está sendo feito e delegar as atividades mais importantes. 

LEIA TAMBÉM:  8 atitudes que pessoas bem sucedidas têm ainda pela manhã

Administre o seu tempo:  é importante ter controle do seu tempo para evitar a Síndrome de Bornout. Saiba separar trabalho e lazer, sempre aproveitando muito bem o tempo em que está fora da empresa.