Tamanho do texto

Saiba porque o Dieese acredita que o salário mínimo pago pelo governo brasileiro deveria ser maior para sustentar uma família

Brasil Econômico

Valor do salário mínimo é calculado a partir da soma da variação do PIB com a inflação
iStock
Valor do salário mínimo é calculado a partir da soma da variação do PIB com a inflação

O valor do salário mínimo carecteriza a menor quantia que uma empresa pode pagar mensalmente aos seus funcionários. As companhias que não estiverem de acordo estarão descumprindo a lei. 

LEIA TAMBÉM:  Descubra como aproveitar as férias gastando menos

Para seguir os custos de vida da população, o valor do salário mínimo passa por reajustes todos os anos. A intenção é possibilitar que o poder de compra dos trabalhadores continue, no minimo, próximo do ano anterior, mesmo em casos de avanço da inflação. 

Como é feito o cálculo

A legislação procura tratar políticas de valorização do salário mínimo em longo prazo. O cálculo para aumento do mensal é feito de maneira simples. Primeiramente, é considerada a variação do Produto Interno Bruto (PIB) do ano retrasado ao do reajuste. Depois disso, é feita a soma com a inflação do ano imediatamente anterior, medida por meio do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). 

É o suficiente? 

De acordo com instituições como o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário mínimo estabelecido pelo governo não é o suficiente para sustentar uma família brasileira. 

A discordância se dá pelo método de cálculo escolhido pelo Dieese. Diferente do governo, que fornece o aumento do salário mínimo com base na variação do Produto Interno Bruto somada à inflação, o departamento acredita que a melhor forma de chegar ao valor de salário ideal para suprir todas as necessidades de uma família no Brasil é ter como base o preço da cesta básica mais cara do País. 

LEIA MAIS:  Por que você deveria fazer uma planilha de gastos ainda hoje

Para que o método escolhido pelo Dieese seja seguido à risca, é necessário refazer o cálculo em todos os meses do ano. Isso acontece porque a cesta básica passa por variações mensais, sendo influenciada por uma série de fatores. 

Diferenças entre Estados

Nem todos os Estados do País estabelecem o mesmo mínimo para todas as profissões. São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná também possuem o salário mínimo regional, em que definem pisos diferentes, maiores que o nacional, para algumas profissões. O valor do salário mínimo regional nestes locais também costuma subir com o reajuste.