undefined
iStock
O trabalho da Susep é importante tanto para o consumidor quanto para o correto

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) é responsável pela fiscalização e pelo controle de tudo que diz respeito à oferta de seguros, resseguros, capitalização e previdência complementar aberta no Brasil. 

LEIA TAMBÉM:  Quem tem o direito de usar o cartão Minha Casa Melhor?

Apesar do nome, o trabalho da Susep abrange não somente companhias privadas, mas também as públicas, como o DPVAT, por exemplo. Ao todo, mais de 350 empresas e 70 mil corretores já são fiscalizados pelo órgão atualmente. 

A importância da Superintendência de Seguros Privados

O trabalho da Superintendência de Seguros Privados tem sua importância evidenciada a partir do momento que garante ao consumidor a contratação de um seguro que atenda todos os quesitos estabelecidos em lei. 

A consulta fornecida pelo órgão também possibilita maior segurança ao consumidor. Em caso de dúvidas relacionadas à empresa que está oferecendo o seguro, o cliente pode procurar pelo site da Superintendência de Seguros Privados  e conferir a idoneidade da companhia. 

Os benefícios do trabalho do órgão, no entanto, não são apresentados apenas aos consumidores. Os corretores de seguros também tem vantagens. Isso acontece porque, ao verificar que a empresa é cadastrada e devidamente regulamentada, o cliente passa a ter mais confiança e fica mais propenso a contratar os serviços desta companhia.

Estar de acordo com as normas do órgão também aumenta a qualidade de trabalho da empresa, pois evita que seja oferecido qualquer tipo de serviço que fuja dos requisitos mínimos de qualidade. 

Diretorias

O trabalho da Superintendência de Seguros Privados é dividido entre quatro diretorias. Veja quais são e o que faz cada uma delas: 

DIRAT: a Diretoria de Autorizações e registros é responsável por analisar as companhias no que diz respeito aos atos societários, como fusão, incorporação e variação de capital, por exemplo.

DITEC: a responsabilidade da Diretoria Técnica é acompanhar todas as reservas e os cálculos de capitais mínimos para operação, além de provisões atuariais e a solvência das empresas cadastradas. 

DIFIS: a Diretoria de Fiscalização comanda todas as divisões da fiscalização, bem como as partes de denúncias e regimes especiais das companhias e corretores avaliadas pelo órgão.

LEIA MAIS: Saiba como fazer o cadastro da Nota Fiscal Paulista

DIRAD: o trabalho da Diretoria de Administração consiste justamente em administrar a Susep em todos os âmbitos, como na parte de colaboradores, licitações e até mesmo o planjamento de estratégias.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários